Resenha: A Soma de Todos os Beijos


www.dreamsandbooks.com

Olá, leitores! Tudo bem?
Hoje eu venho com a resenha do livro A Soma de Todos os Beijos, terceiro livro do Quarteto Smythe-Smith.

Título: A Soma de Todos os Beijos
Autoras: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Número de páginas: 272
Skoob: Adicione


“Ele era um adversário à altura.
Ela nunca havia percebido que queria um adversário à altura.”


Sinopse:
Lorde Hugh Prentice é um gênio da matemática e teve sua perna (e sua vida) arruinada por causa de um duelo com seu amigo, Daniel Smythe-Smith.
Nesse livro, conheceremos um pouco da história de Hugh, antes e depois do acontecido. Sua família, o desespero de seu pai para conseguir que um de seus filhos lhe desse um herdeiro, visto que um não é chegado à mulheres e o outro, provavelmente terá dificuldades em encontrar uma esposa, e principalmente em ter filhos.


E, claro, sua relação de amor e ódio com Sarah Pleinsworth, prima mais velha de Daniel, que mesmo antes de conhecê-lo, já odiava Hugh por ter arruinado sua família através desse duelo.
Mas, as coisas começam a mudar quando Honoria, sua prima, pede para Hugh substituir seu padrinho no casamento e para Sarah ser sua acompanhante durante sua estadia, para que ele ficasse mais confortável diante dos familiares de Daniel. E esse tempo se prolonga, já que Daniel se casará duas semanas depois da irmã e resolve torná-los uma única festa...

É claro que eles não se dão no início, mas com o tempo, ainda mais depois do primeiro casamento, quando ela fica impossibilitada de andar, eles deixam as diferenças de lado e começam a se conhecer realmente, e, o que era ódio, acaba se tornando uma paixão avassaladora.
Mas as limitações de Hugh vão ser apenas um dos problemas que o casal enfrentará pelo caminho...

"Daquele momento em diante, Sarah não se perguntava mais por que ele não sorria com muita frequência. Em vez disso, passou a se admirar por ele ainda sorrir."

O Quarteto Smythe-Smith me arrebatou desde o primeiro livro! Foi impossível não me apaixonar por Honoria e Marcus e me encantar com sua história de amor tão doce. Após lê-lo me joguei de cabeça no segundo livro da série, onde os protagonistas tão apaixonantes e sua história cheia de altos e baixos não decepcionou! 

Então, chegou o momento de ler o terceiro livro da série. Confesso que me apaixonei totalmente pelo Hugh desde o segundo livro e não via a hora de poder mergulhar em sua história! Foi com as expectativas lá nas alturas que comecei essa leitura.  


"Ele não dançava fazia quase quatro anos. E essa noite… estava sendo mágica. Jamais poderia lhe agradecer o suficiente por isso, por restaurar um pedaço de sua alma."


www.dreamsandbooks.com

E mesmo com as expectativas tão altas, não me decepcionei! Minha experiência com a leitura não poderia ter sido melhor! E mais uma vez Julia Quinn me deixou viciada e sem condições de pausar a leitura nem por um minuto sequer.

A escrita da autora, como sempre não decepciona, muito pelo contrário, a cada livro lido a admiração aumenta! Sua escrita envolvente, fluida e apaixonante torna a experiência da leitura a mais perfeita possível.

"Ela estava tentando não sorrir. Aquela era uma batalha de provocações e, de algum modo, Sarah sabia que, se risse, perderia.
Se bem que perder não era uma possibilidade tão ruim.
Não nesse caso."

A Soma de Todos os Beijos encanta desde a orelha do livro - como não se ver sorrindo boba com aquele trecho? - e logo nas primeiras páginas você já está arrebatado!

Os personagens secundários são maravilhosos! Destaque para as crianças com suas peças e unicórnios e para a famosa Lady Danbury! Só eu amo essa mulher?! Nesse livro também temos muitas cenas com os protagonistas dos livros anteriores, chega a bater uma saudadezinha gostosa! <3

Os protagonistas são simplesmente apaixonantes! Como não amar perdidamente Lorde Hugh? A sua deficiência, seus sentimentos e sua personalidade só o humanizaram mais, sem dúvida ele é um dos protagonistas mais encantadores e reais da Julia Quinn! Confesso que não gostei tanto da Sarah no começo, mas logo me vi amando e torcendo por essa protagonista! Casal maravilhoso! 

“Uma pessoa muito sábia certa vez me disse que não são os erros que cometemos que revelam o nosso caráter, mas o que fazemos para corrigi-los.”


www.dreamsandbooks.com

A diagramação está impecável! Com essa capa lindíssima, orelhas e páginas amareladas, como a editora poderia errar?

Falando em erros, não achei nenhum erro de digitação, concordância ou coerência. E o tamanho da fonte é ideal para uma leitura confortável.


“Beijou-lhe os lábios com suavidade. Depois beijou o nariz e cada um dos olhos. Era óbvio que estava se apaixonando por ela, mas nunca fora homem de falar sobre seus sentimentos, e as palavras ficaram presas na garganta.
Então a beijou uma última vez, verdadeira e profundamente, esperando que ela entendesse o que isso significava: Que ele estava lhe oferecendo a própria alma.
Seu, pensou. Sou seu.”

Só me resta mais uma vez apelar para quem não leu essa série que por favor, dê uma chance! Eu tenho certeza que esses personagens tão marcantes e suas histórias apaixonantes vão ganhar um lugar especial no seu coração! 

Honoria e Marcus, Anne e Daniel, Sarah e Hugh... Escolha um casal e se jogue de cabeça na leitura! Quer apostar comigo que você não irá se arrepender? 


“Só um beijo. Nunca poderia ser só um beijo.
Não com ele.”

Um comentário:

  1. Desde o lançamento do Quarteto smythe Smith fiquei com vontade de ler esse livro umas comecei a colocar outras autoras de romance de época que eu não conhecia para dar prioridade às novas leituras

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.