RESENHA - Memórias Do Coração


Título: Memórias do Coração - Trilogia Céu Azul # 1
Autora: Lilian Galdo & Julie Lopo
Editora: Planeta Literário
Número de páginas: 372
Skoob: Adicione
Sinopse: Inácio está quebrado. Seu grande amor foi embora, levando em seu ventre a prova do quanto se amaram. Sem pistas de onde ela pode ter ido e com medo de tomar uma decisão precipitada, que prejudique futuramente uma conciliação, ele passa seus dias amargando o abandono, dormindo com todas as mulheres da cidade e rezando para que um dia, ela, a rainha de seu coração, retorne para ele. 

Cecília é uma mulher incompleta. Após sofrer um acidente e perder a memória, ela luta para seguir sua vida normalmente, ainda que tudo em seu corpo, sua mente e em seu coração grite que algo está errado. Após se mudar para uma cidade, em busca de sucesso profissional, ela comprova que o destino tem suas ironias, ao perceber que todos da cidade a conhecem e cruzar com o lindo, sexy, porém amargurado homem que alega ser o seu marido. 

Duas peças desencaixadas, em meio a um quebra-cabeça que eles têm que se esforçar para montar. 
Quando a mente não se recorda do passado, é possível reconhecer o seu amor através do coração? 

"Não lembro ao certo quando minha vida mudou, tudo o que sei é que, um dia, quando abri os olhos em um hospital, disseram-me que meu nome era Cecília Ávila. Não sei o quanto disso é verdade, não consigo me lembrar de nada do passado"


Memórias do Coração é um livro que despertou diversos sentimentos em mim, ele não é perfeito, mas eu o amei. É bem aquele clichê que amamos sabe? Tinha página que eu amava os personagens, outras eu ficava com tanta raiva que eu queria que eles saíssem da página para que eu enchesse eles de tapa, tinha hora que eu ficava com os olhos cheios de lágrimas e outras que eu dava muita risada. Gente esse livro foi uma montanha russa de sentimentos e sensações, mas ele me pegou de uma forma que eu não sei explicar. É clichê? Sim. É previsível? Sim. Mas também é arrebatador, você sabe o que vai acontecer (Pelo menos eu deduzi bem rápido tudo), mas em nenhum momento isso fez com que eu perdesse o interesse pela leitura.

"Acho que, antes de mais nada, vocês devem achar, no coração de vocês, uma forma de se perdoarem."

No livro conhecer a Cecilia, e de alguma forma eu já me apeguei a ele no início e conforme sua história era contada eu só queria proteger ela e ajudar ela a reconstruir sua vida. Só posso imaginar como perder a memória não é fácil, mas admirei como ela não se deixou levar por isso, ela não tinha passado, mas podia construir um futuro e simplesmente seguiu seu coração e foi atrás de seus sonhos e foi em busca de seu futuro que ela se deparou com seu passado. Acho que se eu chegasse em uma cidade, não lembrasse do meu passado, mas a cidade toda me conhece e me odeia, eu teria pego o primeiro ônibus para longe. Mas eu não sou Ceci né? E ela ficou, como a mulher forte e determinada que é descobriu sobre seu passado, voltou a ter suas memórias aos poucos e mesmo com todas descobertas ela não desistiu. Admito muito ela, de verdade. Já Inácio não me fez cair de amores desde as primeiras linhas... Mas conforme o conheci, vi o homem maravilhoso que é e que suas atitudes eram simplesmente por ele estar com o coração completamente partido. Ambos personagens são maravilhosos, e a química dos dois é notável desde o princípio.  Os personagens secundários são um show a parte, cai de amores por Alana, por Mari, por toda família deles. Sério as autoras conseguiram criar personagens secundários tão marcantes, que tem um momento em que você aceita que a Ceci e Inácio reconstruam a vida deles até com outras pessoas, pois as outras pessoas são igualmente maravilhosas e você quer que todo mundo seja feliz.

"Eu queria que o Antônio fosse feliz, mas era pedir demais que ele fosse feliz comigo?"

O enredo é bem elaborado, cativante e te prende, mas como disse no inicio é um pouco previsível, quem costuma ler bastante pode deduzir o que acontece conforme a história se desenrola, mas ao mesmo tempo que é previsível, temos pequenas surpresas que te fazem esquecer que você havia deduzido certas partes. Para mim o que mais me prendeu acho que não foi a história em si, mas o sentimento dos personagens. É aquele livro que os personagens te ensinam sobre o amor verdadeiro de uma forma tão real que se você não acredita em amor, passa a acreditar com toda certeza. O livro trás capítulos intercalados de ambos personagens (Inácio e Cecília), e isso faz toda a diferença pois é o que nos conecta com ambos e nos faz entender os dois lados da história e como tudo os afetou de forma diferentes, mas também nos da um pouco de raiva as vezes, pois nós temos a visão geral e é claro que os dois se amam, então eles dão um passo para frente e dois para trás e você começa a ficar com raiva, e pensa “como eles não conseguem ver isso?”, dai você lembra que você sabe o que os dois sentem, mas eles não sabem e você está tão envolvido emocionalmente que começa a sofrer com eles.

"(…) Agora só faltava encontrar o pedaço que faltava em mim. Eu só não sabia onde ele estava.(…)"

A diagramação do livro está ótima, adorei os detalhes de flores nos inícios dos capítulos. A capa é simples, mas é muito bonita e diz muito sobre a história. As autoras Julie Lopo e Lilian Galdo eu não conhecia, mas senti que elas tem uma ótima sintonia e que mantiveram a coerência e desenvolvimento da história, e você nem sente que é escrito por duas pessoas. Só achei um errinho de digitação, mas isso não mudou e não é um erro que nos faz se perder na história (talvez você nem perceba), e achei um pouco estranho o valor do boi no leilão, meu pai tinha uma fazenda e eu me lembro que os bois eram um pouco mais caros, mas até ai talvez eu apenas esteja desatualizada nessa questão né? E também não é nada que interfira na história e que mude alguma coisa. Continua sendo um livro maravilhoso.

"E não consigo deixar de amá-la. Não há nada que ela possa fazer ou dizer que diminua o que sinto por ela. Porque eu amor está lá, firme, forte e ardente, da mesma forma que estava no dia que dissemos nosso sim."

Enfim, amei passar algum tempo em meio a cavalos, bois, fazendas, rodeios. Esse livro trás um sentimento tão gostoso em seu leitura, não sei exatamente o que é, mas é um livro cheio de amor, esperança, superação, e acho que isso aquece nosso coração. É uma leitura leve, empolgante, descontraída e emocionante. Indico esse livro para todos que gostam de romance, para todos que gostam daqueles clichês que nos surpreendem. Julie Lopo e Lilian Galdo ganharam uma fã, e eu já estou super ansiosa para o próximo livro da Trilogia que vai contar a história da Alana, e a Alana é simplesmente minha personagem favorita ♥

"- Do que você se lembrou?
Ela dá um sorriso misterioso.
- De várias coisas. Momentos nossos, Antônio! Nós nos amávamos tanto... Não entendo como pude esquecer esse sentimento antes."



Um comentário:

  1. Sempre é bom histórias assim, que mexem com a gente de diversas maneiras. Super recomendado para ler e reler sempre. Definitivamente Memórias do Coração é pra guardar na memória.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.