RESENHA - Mil Beijos De Garoto



Olá leitores, tudo bem? Hoje trago mais uma resenha, e dessa vez de um livro que se tornou um dos meus favoritos da vida. Pensa em uma pessoa que chorou, que quase desidratou lendo esse livro, pois é, fiquei arrasada mesmo. Vem ver tudo o que eu achei sobre esse livro que não é nada menos que perfeito ♥

Título: Mil Beijos de Garoto
Autora: Tillie Cole
Editora:  Outro Planeta
Número de Páginas: 400
Skoob: Adicione

Sinopse: Um beijo dura um instante. Mas mil beijos podem durar uma vida inteira. Um garoto. Uma garota. Um vínculo que é definido num momento e se prolonga por uma década. Um vínculo que nem o tempo nem a distância podem romper. Um vínculo que vai durar para sempre. Ao menos era o que eles imaginavam. Quando, aos dezessete anos, Rune Kristiansen retorna da Noruega para o lugar onde passou a infância – a cidade americana de Blossom Grove, na Geórgia –, ele só tem uma coisa em mente: reencontrar Poppy Litchfield, a garota que era sua cara-metade e que tinha prometido esperar fielmente por seu retorno. E ele quer descobrir por que, nos dois anos em que esteve fora, ela o deletou de sua vida sem dar nenhuma explicação.


"Tivemos este amor durante tempo suficiente para nos ensinar uma lição. Para nos mostrar o quão capaz somos de amar verdadeiramente."

Eu não conhecia esse livro, mas vi muitos leitores surtando quando a Planeta anunciou seu lançamento. A euforia das pessoas passou para mim de certa forma e eu queria esse livro! Eu já terminei ele alguns dias atrás, mas simplesmente não conseguia escrever essa resenha... Por muitos dias abri um arquivo, começava a lembrar da história e automaticamente as lágrimas vinham. Tudo que eu disser sobre o livro parece não ser suficiente, não sei ainda se há palavras no dicionário para explicar tudo o que esse livro é. Sem dúvidas esse entrou para minha lista de favoritos da vida e eu já estou com vontade de ler ele novamente, me "separar" de Poppy e Rune foi uma dor que eu não sentia a muito tempo.


"- Acho que devemos ser melhores amigos.- Melhores amigos? Então agora somos melhores amigos?- Somos! Poppy e Rune. Fica legal, não fica? Poppy e Rune, melhores amigos até o infinito!"

A história começa com Popy e Rune aos 5 anos de idade, e eu já comecei o livro sorrindo, sabe aquela inocência de uma criança? A facilidade de fazer amigos, de se aventurar, de não ter medo... Me apaixonei pelos personagens ali, aos 5 de idade sem nem saber o que me reservava. Mas a história começa a tomar forma com eles aos 9 anos de idade tendo que encarar a morte da avó de Poppy e o último presente que ela deixou para Poppy. É graças a esse presente que as coisas acontecem! Sou apaixonada por essas histórias em que o casal se conhece desde pequeno e estão juntos desde sempre, aquele amor que nasceu na infância, é meu clichê favorito, mas apesar desse clichê o livro consegue ser surpreendente, seu coração se parte e você pensa que não pode machucar mais, mais ai ele vem e destrói o seu coração em mil pedacinhos.


"Talvez  nós  somos  como  a  flor de  cerejeira, Rune. Como  estrelas  cadentes.  Talvez  nós  tenhamos  amado demasiadamente  jovens  e  brilhado  tanto  que  tivemos  que desaparecer."

Poppy é uma garota incrível, daquelas que você ama na primeira linha e quer loucamente te-la como melhor amiga. É uma pessoa cheia de luz, cativante, animadora, alegre, doce, amiga, gentil, carinhosa, sonhadora e cheia de fé. Há um pouco de religiosidade nesse livro, a visão da Poppy sobre a vida e tudo o que há além da vida é tão pura e verdadeira, que esses pontos me emocionaram mais do que eu imaginava. 

Rune - pausa para os suspiros - , Rune consegue nos encantar com seus cinco ou quinze anos, o amor tão verdadeiro que ele sente por Poppy e sua paixão pelas coisas é contagiante. Depois de algumas coisas na adolescência, ele muda muito, confesso que no inicio fiquei com muita raiva dele, mas isso só durou alguma páginas, e essa fase "bad boy" dele se mostra necessária para que ele possa se tornar o homem maduro e forte que ele se tornou. 


"Poppymin! Essa palavra significa minha Poppy. Até o infinito, para sempre e sempre. Você é minha Poppy! [...] Eu vou te dar mil beijos, Poppymin. Todos eles. Ninguém nunca vai beijar você, só eu."

Mil Beijos de Garoto é um livro fantástico! Você sorri, você chora, você suspira... Você se conecta, sente o que o personagem está sentindo, a alegria, a dor, o amor. É aquele livro que você coloca em um lugar visível em sua estante, pois quer sempre olhar para ele e se lembrar de tudo o que ele ensinou. Meu livro está cheio de post-it e por diversas vezes desde que o terminei eu o abri só para ler uma frase ou outra. 

A Capa desse livro é perfeita, captou a essência do livro totalmente. As cores utilizadas combinam com a história. A Diagramação está ótima, simples, mas para essa história era o ideal. Os inícios dos capítulos tem um Coração tão fofo! A escrita da autora é maravilhosa, os diálogos são simples mas profundos, com várias facadas no coração... E o final? Acho que é um dos finais mais lindos e maravilhosos que eu já li. Não achei nenhum erro no livro, é aquele tipo de exemplar impecável.


"Este não é nosso verdadeiro lar, garotinha. Esta vida... bem, ela é só uma grande aventura enquanto a temos. Uma aventura para apreciar e amar com todo o nosso coração antes de ir para a maior aventura de todas."

Esse livro ensina que vale a pena amar, que mesmo quando tudo estiver desabando haverá motivos para lhe fazer sorrir. Que o amor existe, e precisamos estar abertos a ele. Que os momentos são o que fazemos deles e que eles não devem ser esquecidos, eles devem ser lembrados sempre. A felicidade está nas pequenas coisas da vida, e devemos dar valor a elas. Que nem tudo que termina, acaba. Que algumas coisas são sim para sempre. A vida é feita para ser vivida, então devemos viver! Em cada página, em cada linha você vai aprender alguma coisa, esse é aquele livro que de alguma forma te torna uma pessoa melhor sabe? 

Como disse no inicio da resenha, não encontro palavras para descrever o quão incrível é esse livro, mas do fundo de todo meu coração: Se você ainda não leu esse livro, corrija esse erro. Não coloque ele em sua "lista de compras", ele é com certeza o próxima livro que você precisa comprar. Sim, você precisa. Leia esse livro, pois só assim você vai entender a grandiosidade que ele é.



"Eu sou a menina que acorda cedo para assistir o nascer do sol. Eu sou a menina que quer ver o bom em todos, aquela que é levada por uma canção,  inspirada  pela  arte.  —  Virando-se  para  mim,  ela sorriu.  —  Eu  sou  essa  garota,  Rune.  Aquela  que  espera  a tempestade simplesmente para ter um vislumbre de um arco-íris. Por que ser miserável quando você pode ser feliz? É uma escolha óbvia para mim. "

6 comentários:

  1. Oi Paloma!
    Meu Deus, que livro !!
    Já tinha ouvido falar dele mas não tinha lido nenhuma resenha sobre ele.
    Seu entusiasmo me impressionou e sinto como eu tivesse que ler esse livro urgentemente. Pra ontem.

    Que história maravilhosa ❤❤ Quotes lindos !!
    Eu preciso desse livro ��
    Já sei que vou amar assim como você !!!
    Bjus
    Adorei a sua resenha cheia de amor !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que ame mesmo ♥ É tão maravilhoso!!!!

      Excluir
  2. Oi, Paloma!
    Que resenha mais fofa! Eu, simplesmente amei! Estou louca para ler esse livro também, mas o tempo e o dinheiro não ajudam... rsrsrsrs... Vou economizar pra comprar logo que puder! Abraços,
    Drica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos começar a juntar as moedinhas pois realmente vale a pena!!!

      Excluir
  3. Olá!
    Nossa, sua resenha está tão positiva e animadora, que não tem como não ficar, no mínimo, curiosa! Deve ser uma bonita leitura e com uma mensagem que toca o coração, não é mesmo?
    Espero poder conferir em breve!
    Linda resenha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Paloma!
    Esse livro é super fofo, mas nunca tinha lido uma resenha sobre ele.
    De início, já quero registrar que, essa capa é linda!
    Gosto de histórias, cujo amores começam na infância e aí acabam acontecendo desencontros e reencontros... ainda que a leitura seja regada de lágrimas. Isso ficou bem claro no quote no qual Poppy compara o casal às flores de cerejeiras e às estrelas cadentes e, por isso, tiveram que desaparecer. Triste, não?
    Sua resenha me deu vontade de ler o livro. Fiquei curiosa quanto ao final. Vou esperar entrar em alguma promoção rsrs
    Abraços.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.