RESENHA - O Ceifador


Título: O Ceifador (Scythe #01)
Autora:  Neal Shusterman
Editora: Seguinte
Número de Páginas: 448
Skoob: Adicione
Sinopse: A humanidade venceu todas as barreiras: fome, doenças, guerras, miséria... Até mesmo a morte. Agora os ceifadores são os únicos que podem pôr fim a uma vida, impedindo que o crescimento populacional vá além do limite e a Terra deixe de comportar a população por toda a eternidade. Citra e Rowan são adolescentes escolhidos como aprendizes de ceifador - papel que nenhum dos dois quer desempenhar. Para receberem o anel e o manto da Ceifa, os adolescentes precisam dominar a arte da coleta, ou seja, precisam aprender a matar. Porém, se falharem em sua missão ou se a cumplicidade no treinamento se tornar algo mais, podem colocar a própria vida em risco. 



"Somos instruídos a anotar não apenas nossos atos, mas também nossos sentimentos, porque deve-se saber que temos sentimentos. Remorso. Arrependimento. Sofrimentos grandes demais para suportarmos. Porque, se não sentíssemos nada, que espécie de monstros seríamos?"


Foto por Paloma Machado - Dreams And Books
Instagram: @lominha_machado
O Ceifador foi meu primeiro contato com o autor Neal Shusterman, e mesmo adorando distopias nunca cheguei a ler o livro Fragmentados que ele também escreveu, mas se for metade do que o O Ceifador foi com toda certeza será incrível! Esse é aquele livro que te trás uma história maravilhosa e única, e que te envolve de forma que você nem vê as páginas passando... Ele tem 448 páginas que te fazem querer mais e mais e quando você vê passou o dia lendo e acabou o livro!


"A natureza humana é ao mesmo tempo previsível e misteriosa ; propensa a avanços grandiosos, mas ainda sim mergulhada em egoísmos abjetos."

A Apresentação desse mundo "futurístico" onde o coletivo é priorizado, não há mais guerras ou corrupção, doenças e dor são coisas do passado e a morte não é mais problema, foi muito bem feita. Conhecemos esse novo mundo e a função dos Ceifadores, que são pessoas escolhidas para controlar o crescimento populacional, coletando - matando - algumas pessoas. Os Ceifadores estão acima das leis e regras da sociedade, e possuem seus próprios mandamentos, ao todo são 10 mandamentos que todo Ceifador deve seguir. No começo quando esse mundo é apresentado, confesso que desejei morar em uma sociedade assim, mas ao decorrer do livro temos uma forte crítica as questões políticas e vemos que o Perfeito as vezes não é tão Perfeito assim. Corrupção, ganância é algo que faz parte do ser humano e vemos que talvez isso sempre existirá de alguma forma em nossa sociedade. 

"O que mais desejo para a humanidade não é a paz, o consolo ou a alegria. É que ainda morramos um pouco por dentro toda vez que testemunhemos a morte de outra pessoa. Pois só a dor da empatia nos manterá humanos. Nenhum Deus vai poder nos ajudar se algum dia perdermos isso."


Foto por Paloma Machado - Dreams And Books
Instagram: @lominha_machado
Além da questão política o livro também me fez pensar em como seria a nossa vida se tudo nos fosse garantido e vivêssemos para sempre? Será que o amor, os sonhos seriam eternos? Será que viveríamos da mesma forma para sempre? Será que as pessoas significariam uma para o outra o que significam?

Mas a grande temática do livro é a morte. Neal sempre levanta questionamentos como: Quem tem o direito de tirar a vida do outro? Como isso deve ser feito? Quão normal pode se tornar a morte se fizer parte de nossa rotina? Matar alguém nos torna menos humano? Há algo após a morte? Para onde vamos? E também mostra até onde as pessoas vão para evitar a morte. Há muitas mortes ao decorrer do livro, de diversas formas e vimos também variadas reações perante a morte e isso nos faz pensar muito sobre esse assunto e nos trás uma grande crítica social.


"Acredito que as pessoas ainda temem a morte, mas apenas um centésimo do que temiam antigamente. Digo isso porque, com base nas cotas, a chance de uma pessoa ser coletada dentro dos próximos cem anos, é de apenas um por cento."

Os personagens principais são Citra e Rowan, dois adolescentes completamente diferentes, quase que opostos, que tem suas vidas mudadas quando são escolhidos para serem aprendiz de Ceifadores. Gostei muito como foi abordado a enorme mudança que ser escolhido trouxe para a vida deles. Ambos personagens cresceram muito durante os acontecimentos. Citra ganhou uma força e coragem que me surpreendeu muito, já Rowan me encantou com a sua persistência. Rowan com certeza foi o personagem que mais mudou durante o livro, e no começo o que seriam seus defeitos ao final se tornaram suas maiores qualidades. Gostaria que existissem mais pessoas como o Rowan em nosso mundo. Os personagens secundários são de extrema importância e muitos deles tem papel fundamental na vida dos protagonistas. Curie e Faraday são incríveis e eu fiquei com muita vontade de conhecer mais da história deles antigamente.


"Agora, pela primeira vez na história, a lei não era mais uma sombra da justiça, mas era a justiça."


Foto por Paloma Machado - Dreams And Books
Instagram: @lominha_machado
O que eu mais gostei é que o livro consegue surpreender! Logo nas primeiras páginas já deduzi o que iria acontecer, mas fiquei bem surpresa ao descobrir que por mais que eu estava certa tudo foi muito além e coisas que eu nem imaginava aconteceram.

O livro é narrado em terceira pessoa, com capítulos intercalados entre vários pontos de vistas, o que fez muito bem a essa história pois dessa forma podemos ver um ponto de vista geral sob os acontecimentos. Há também alguns trechos de diários de Ceifadores, que nos introduz ao mundo Pós Era Da Mortalidade e nos faz entender melhor os Ceifadores. As partes que mais gostei do livro foram esses trechos, eles são fundamentais para a história e te despertam a vontade de saber da história de antes. A escrita do autor é rápida e fluida, ele consegue nos envolver na história que mesmo que as vezes pareça confusa você consegue entender o que está acontecendo e a edição do livro está maravilhosa! A Capa é simples, mas que se encaixa tão bem com o livro, as cores combinam com a história. A diagramação está impecável, as letras espaçadas e as folhas amareladas. Parabéns Seguinte, esse é um lindo exemplar.


"Quando não se precisa de nada, o que mais a vida pode ser além de agradável?"

Adorei essa sociedade que conheci, e estou ansiosa por mais. Indico esse livro para todos que gostam de distopias, que gostam de histórias com críticas sociais e que nos fazem pensar e refletir sobre o mundo em que vivemos. O Ceifador não deixa muitas pontas soltas e também não é uma história incompleta, mas deixa aquele gostinho de quero mais, deixa aquela vontade de saber o que vai acontecer agora... Estou ansiosa já pelo próximo livro!


Foto por Paloma Machado - Dreams And Books ♥ Instagram: @lominha_machado

"A Nimbo-Cúmulo nos proporcionou um mundo perfeito. A utopia com que nossos ancestrais sonhavam é a nossa realidade. Quando se decidiu que as pessoas precisavam morrer para conter a onda de crescimento populacional, também se decidiu que isso deveria ser responsabilidade dos humanos. O conserto de pontes e o planejamento urbano poderia ser entregue à Nimbo-Cúmulo, mas tirar uma vida era um ato de consciência e senso moral. Como não se podia comprovar que a Nimbo-Cúmulo tinha nenhum dos dois, nasceu a Ceifa. Não lamento essa decisão, mas sempre me pergunto se a Nimbo-Cúmulo teria feito um trabalho melhor."

34 comentários:

  1. Hello Paloma !!!
    Faz algum tempo que não leio distopias mas essa é o tipo que eu leria!!!
    Gostei da ideia da autora por trazer essa reflexão sobre a morte!!
    Já está na listinha !!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Oi.
    Resenha excelente, parabéns.
    Desde que começou a divulgação desse livro, já fiquei com muita vontade de ler. A premissa é fantástica e por tudo que você comentou, não tem como não querer ler.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve. Adoro esse gênero!
    Obrigada pela dica.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ♥
      Eu não imagina que seria tão maravilhoso quanto diziam que seria!!!

      Excluir
  3. Olá...
    Adorei sua resenha!
    A Cia das Letras vem fazendo uma divulgação incrível para esse livro! Gosto bastante de distopias e o fato da história fazer essas críticas sociais e que nos fazem pensar e refletir sobre o mundo em que vivemos me fez querer ainda mais.
    Dica anotada!
    Bjo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ♥
      Espero que goste tanto quando eu!

      Excluir
  4. Ola
    Para quem gosta de distopias e ambientações relacionadas é uma otima indicação. Eu adorei fazer a leitura e conhecer os personagens, alem de todas as peculiaridades diante do universo explorado. Sua resenha reflete bem minhas próprias opiniões.
    Beijos, F

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Eu já li as suas duas obra spublicadas pela Novo Conceito e sem dúvidas amei as duas. Tanto pela trama quanto pela escrita do mesmo, sem contar na idéia para a trama. Essa obra também tem um proposta bem bacana e li muito elogio a ela. Espero ter a chance de continuar lendo suas obras. Até mais ver
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Depois desse quero ler as outras obras tbm!!! Espero amar tbm :)

      Excluir
  6. Menina, estou nas últimas páginas deste livro. Eu amo este autor por causa de Fragmentados e mais uma vez ele me conquistou. O que agente pensa que o mundo é, pode pensar diferente se vivesse naquele mundo chato e monótono né? Imagina não poder fazer nada, não correr risco algum?
    Absolutamente perfeito.

    Greice Negrini
    Blogando Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro me deixou confusa, pois no começo achava que iria amar viver numa sociedade assim, mas depois comecei a pensar... será?

      Excluir
  7. Ola´Paloma,
    Já tinha visto a capa de O Ceifador, mas não achei ela muito bonita, por isso nem interessei. Gosto muito de Distopias então com certeza vou adorar O Ceifador. Vou anotar a dica! Também não li Fragmentados, mas acho a capa dele mais chamativa do que a desse livro.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Capa por si realmente não chama atenção, mas depois que lê o livro vê que essa capa é perfeita e incrível!

      Excluir
  8. Hey!
    Sou fã de distopias, conheço a obra já tem um tempo mas ainda não tive a oportunidade de lê-la. Sua resenha me deixou mais curiosa ainda sobre a trama, espero poder apreciar a leitura em breve.
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que você goste do livro! Para quem é fã de Distopias é ótimo ♥

      Excluir
  9. Este livro está sendo super bem aceito,
    eu li incontáveis resenhas positivas e apesar de amar distopias e achar a premissa bem singular sinto que esse não é o tipo de livro que me ganharia, por essa e por outras ando bem receosa e não sei se invisto na leitura ou não. Estou analisando bem todos os pontos positivos que tenho lido em resenhas como a sua para finalmente decidir se lerei ou não essa história. Por hora fico feliz que tenha gostado do livro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Oiee!
    Vi muita gente comentando sobre esse livro, apesar dos inúmeros elogios ainda acho que pra mim não vai ser uma leitura legal, raramente leio distopias, e quando faço, elas tem que me interessar ou tenho ao menos que ter um pouco de curiosidade sobre a obra, o que não é o caso aqui.
    Deixo pra quem é fã do gênero.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que pena :( Mas realmente para quem não é muito fã de distopia pode não ser interessante mesmo...

      Excluir
  11. Oie amore,

    Primeiro gostaria de deixar elogios ao blog, que fofura, e que fotos, parabéns!
    Quanto ao livro não conhecia, mas não é o tipo de livro que eu costume ler, então dessa vez passo a dica!
    Até gosto de distopias, mas no momento não me atraiu em nada!

    Beijokas!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada ♥

      Ahhhh :( Quem sabe em um outro momento né?

      Excluir
  12. Oiii tudo bem??

    Adoro distopias, mas andei um pouco cansada de copias, e este autor apesar de ter escrito Fragmentados, e não ser exatamente um livro novo, trouxe uma ideia completamente nova para o Ceifador.
    Fiquei completamente seduzida por esse livro e preciso ler o mais rápido possível. Através da sua resenha pude ver que o livro é realmente cativante como imaginei.
    Pretendo ler o mais rápido possível. Adorei sua resenha.
    Bjus Rafa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, eu também estava meio cansada das "COPIAS" em distopias, parecia tudo a mesma coisa... Mas realmente o Ceifador conseguiu surpreender, pois quando eu lia e pensava: AI, VAI SER O CLICHÊ DE DISTOPIAS... Ele mudava tudo e eu ficava O.O

      Excluir
  13. Estou louca para ler esse livro, só que ainda não consegui adquiri-lo. A cada nova resenha minha vontade de lê-lo aumenta. Amo enredos distópicos e enredos que envolvem a morte. Como esse livro ajunta os dois sem sombra de dúvida que o quero. Gostchi de sua resenha, bexitus livrescos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se gosta de enredos assim, com certeza vai amar esse livro ♥

      Excluir
  14. Quero logo ler esse livro!
    Parece ser uma distopia totalmente diferente do que estamos costumados a ler!
    A capa é bem legal e a sinopse é muito interessante!
    Super doida para descobrir se vou gostar!

    ResponderExcluir
  15. Oi querida,
    adorei a resenha. Minha amiga já meu falou os detalhes da história, e como ele é incrível relatando alguns detalhes sobre a morte. Mesmo sendo uma medrosa (de receber spoiler) eu amei como você retratou a sua opinião sobre o livro, e como sincera...
    Amei as fotos e espero em breve ler o livro, porque estou lendo várias distopias ultimamente e acho que essa vai ser uma das minhas favoritas.

    Beijoss, Enjoy Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que goste bastante, pois é um livro incrível!

      Excluir
  16. Olá!
    Esse livro está sendo tão comentado no meio literário que eu já sinto uma imensa vontade de ler só por isso. Devo admitir que as cores é o que me atrai na capa e fico feliz ao saber que combina com a história.
    Realmente não leio muitas distopias, mas talvez eu dê uma chance para essa! Enfim, obrigada pela dica! Sua resenha e foto estão incríveis ❤️
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que dê uma chance a ele sim, e que goste, pois é maravilhoso!

      Excluir
  17. Olá,
    Sua resenha é maravilhosa, tudo muito bem escrito e detalhado! E essas imagens...
    Quanto à estória, confesso que estou até ansioso para ler! Muito obrigado pela dica!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.