SENSE8 - Conheça a série + Quotes


Olá leitores e seriadores! Tudo bem? Hoje é dia de falar sobre uma das minhas séries favoritas: Sense 8. Após séries que tratam de suicídio e racismo, temos o retorno de uma série que abordou diversidade, lembro que quando ela foi lançada ela foi muito falada por uma cena em especial que retratava os sense8 se conectando em uma "orgia" e isso afastou algumas pessoas, mas deixa eu te dizer a série é incrível e se você ainda não viu, precisa ver.


CONHEÇA A SÉRIE:

Dia 04 de maio de 2017, após quase 2 anos de espera, a Netflix lançou a 2º temporada da série Sense 8. Sou completamente apaixonada por essa série e por isso não podia deixar de falar dela aqui! Para quem não conhece Sense 8 é uma série que conta a história de 8 pessoas (Will Gorski, Riley Blue, Capheus "Van Damme", Sun Bak, Lito Rodriguez, Kala Dandekar, Wolfgang Bogdanow e Nomi Marks) que são ligadas mentalmente e emocionalmente um ao outro, com a capacidade de se comunicar, sentir e apoderar-se do conhecimento, linguagem e habilidades do outro. As pessoas que possuem esse dom são chamadas de Sensate, e a história se desenvolve em torno disso, da ligação dessas pessoas, de seus problemas pessoais que passam a ser "do grupo", e sobre as consequenciais e realidade que ser um sensate trás. De acordo com as irmãs Wachowski, criadoras da série, a origem de Sense8 se deu há vários anos em "uma conversa de fim de noite sobre como a tecnologia nos une e nos divide ao mesmo tempo". Após essa conversa convidaram Straczynski para se juntar a elas para tentar fazer algo que nunca tinha sido feito antes. Uma fonte de inspiração para Straczysnski foi a sua própria experiência com seus amigos que vivem em diferentes partes do mundo mas se coordenam para que possam ver um filme ao mesmo tempo online e comentar. Já Lana Wachowski, uma mulher trans teve a oportunidade de escrever seu seu primeiro personagem transexual e conseguiu usar sua própria experiência: "Existem algumas cenas muito intensas e autobiográficas, e isso foi muito difícil e surreal".

Uma das coisas que mais gosto da série é a diversidade, diversidade em todos os sentidos. Cada um dos sensates são de uma cultura diferente e são completamente diferentes em sua personalidade também. A Série não tem medo dessa diversidade sexual, racial ou cultural. Uma hacker ativista transexual lésbica, um ator mexicano gay que tem medo de sair do armário, uma empresária coreana que luta vale tudo escondida, uma DJ que vive relacionamentos abusivos, um Queniano que sofre com a pobreza nos lembram da igualdade de direitos e em como a sociedade se difere tanto. E é graças a essa diversidade que temos uma mensagem tão forte de tolerância, de pensar no próximo, em respeitar a respeitas as diferenças e não julgar. Na série encontramos pessoas reais que nos ensinam a ser nós mesmos e que apesar de tudo e do que todos dizem somos capaz de fazer coisas impressionantes. Além de tudo isso aprendemos que podemos trabalhar em equipe com toda essa diversidade, que se trabalharmos em equipe somos mais fortes mas que para trabalhar em equipe precisamos aprender a conviver com essas diferenças e aprender a dividir o que as pessoas tem de melhor e pior para nos ajudarmos.

Confesso que o que me fez ver a série foi um nome: Alfonso Herrera. Sempre acompanhei a carreira dele e por ele fazer parte do elenco regular, eu com certeza assistiria. Mas chegou um momento em que percebi que estava vidrada na série pela história, pelo roteiro, pelas atuações, pela fotografia, pela qualidade, enfim, por tudo. Sense 8 foi a primeira série de ficção científica da Netflix, e conseguiu ir muito além tratando da condição humana, abordando questões sociais, psicológicas e existenciais. Talvez ao assistir o primeiro episódio você fique confuso, pois a ideia inicial é mostrar um geral da história e depois ir se aprofundando, e isso fez toda diferença, é uma série que faz você pensar e não sai te dando tudo mastigado, as vezes as informações estão nos detalhes. É uma série inteligente com um roteiro totalmente original, ao passar dos episódios você tem a certeza que está vendo algo totalmente inédito, e isso te prende, pois você precisa entender, você precisa descobrir o que vai acontecer, o que aquelas 8 pessoas vão fazer, você simplesmente precisa.

Sense 8 foi dirigida, escrita e produzida pelos irmãos Wachowskis e por J. Michael Straczynski. Andy e Lana Wachowski são os nomes por trás de grandes produções como Matrix, O Destino de Júpiter e J. Michael Straczynski é o criador da série de TV Babylon 5. Ou seja, eles sabiam o que estavam fazendo e conseguiram fazer um roteiro sólido e que divagasse, mas que te prendesse por mais que você só fosse entender o que estava acontecendo no final, e isso é muito difícil atualmente. No entanto que quando eles foram procurar apoio de algum canal para realizar a série, viram que as emissoras não estavam entendendo o conceito da série (Grandes canais como  Warner Bros e a HBO não quiseram produzir a série). Straczynski prevê que a série será composta de cinco temporadas, pois antes do início das filmagens eles já mapearam todas temporadas incluindo o episódio final.

Enfim, se você não assistiu, precisa assistir! A Fotografia é incrível, as locações são maravilhosas, você pode viajar e conhecer o mundo pelos olhos da série, afinal a série é gravada em locais reais. Se você gosta de Ação não vai se arrepender, tem várias lutas maravilhosas e cenas com armas e é tudo lindo de se ver. Se você gosta de algo mais emocional, com certeza vai vier um turbilhão de emoções nessa série que consegue te fazer rir e cinco minutos depois te faz roer as unhas, ou até mesmo se emocionar. A Qualidade da série é impressionante, foi gravada totalmente em 4K! É difícil explicar o que é Sense8, mas é uma série que você deveria ver e com certeza vai se sentir um sensate.

Obs: Sense8 possui cenas de sexo, orgia, violência. Pode não ser a série mais adequada para assistir com toda família em um domingo.

QUOTES:

"O que é ser humano? A habilidade de raciocinar? De imaginar? De amar ou de ofender? Se for isso, nós somos mais humanos do que qualquer outro humano jamais poderá ser." — Jonas 




 "O holocausto foi uma aberração ou apenas um reflexo do que somos?" — Will 


"Olha, o amor não é uma coisa em que conseguimos colocar fim, algo que estabelecemos ou que controlamos. O amor é igual à arte: uma força que entra em nossas vidas sem nenhuma regra, expectativa ou limites. O amor, assim como a arte, precisa sempre estar livre." — Hernando 



"Eu nunca estive na America"



"A verdadeira violência, aquela que eu percebi ser inesquecível, é a violência que exercemos contra nós mesmos quando temos muito medo de sermos quem somos.." — Nomi





"A vida é isso: medo, raiva, desejo... amor. Para parar de sentir emoções, parar de querer senti-las, é sentir... a morte." — Sun


"Apenas gire o volante e o futuro muda"  — Kala 




"Ele é meu irmão. Não por uma coisa tão ocasional como o sangue... mas por algo muito mais forte: por escolha." — Wolfgang 


"As vezes você comete um erro e tem duas escolhas: viver com ele, ou consertá-lo" — Wolfgang


"Alguns começos são finais e outros finais se tornam começos" — Capheus 


Aproveitem que a Netflix liberou a 2ª temporada e corre para ver!

Um comentário:

  1. Anem, não acredito que a série estreou já vai fazer um mês e eu, que esperei que nem uma louca pra assistir a 2ª temporada, ainda não consegui tempo pra assistir! Quero ver pra ontem! Adorei o post <3

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.