UTILIDADE PÚBLICA - Gêneros Literários: Chick lit


Olá leitores, tudo bem? Hoje venho trazer mais um post da série gêneros literários! Vamos falar de um gênero mais "moderno" e que caiu no gosto das leitoras e tem um grande público: O Chick Lit <3 Que são basicamente livros escritos sobre mulheres, para mulheres e normalmente por mulheres.


"E não é para isso que servem os livros? Para que os leitores possam viver os seus próprios sonhos através de uma história?" (Liberte Meu Coração - Meg Cabot)

Chick Lit é um gênero literário voltado para o público feminino, são romances leves e divertidos que retratam a vida da mulher moderna, independente, culta e audaciosa. Este gênero teve como pioneira a personagem inglesa de nome Bridget Jones, que foi um sucesso inclusive adaptado para o cinema.

Por ser um gênero para entretenimento há brigas e dizem esses livros são literatura de mulherzinhas sem cérebro - Pode parar tá gente? -, mas esse gênero vai muito além disso, acho que atualmente ele é uma inspiração para muitas mulheres da vida real de alguma forma, ou pelo menos diverte e faz a pessoa se desconectar um pouco do mundo e relaxar. Algumas vezes cansamos de ler livros em que a "vida perfeita" é retratada e nesse gênero encontramos personagens que sabem rir de seus problemas, suas inseguranças ajudando a sim enfrentar as coisas que passam na vida! Esse gênero também tem personagens femininas com as quais as mulheres facilmente de identificam de alguma forma, o que faz parecer que a história está sendo contata por uma amiga bem próxima.

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Gêneros Literários)

 Ao contrário do que pensam nem sempre são livros fofos de mulheres contando sobre a vontade de casar ou sobre os preparativos de seu casamento, nem de mulheres consumistas em busca do próximo sapato que precisa comprar, as questões muitas vezes são profundas sobre problemas e inseguranças entrando fundo nas emoções das personagens, transmitindo, normalmente, a sensação de estar lendo o relato de uma amiga sobre sua vida sendo um gênero que agrada bastante adolescentes/jovens pois é nessa idade que as incertezas, inseguranças e problemas da vida começam, mas não há limite etário para ler esse gênero, como a idade das personagens variam (do ensino médio até cinquentonas) todos acabam se identificando com os vários problemas abordados.

 Esse gênero costuma vender bem, apesar de ainda estar em crescimento no Brasil, algumas editoras já dedicam selos diferenciados para esse gênero e o que mais chama atenção dos leitores são as capas, sempre cheia de cores e vida com tons de vermelho e/ou rosa, muitos são livros que compramos pela capa sim, mas que nem por isso deixa de ter um conteúdo tão bom quanto a capa.

O Chick-Lit é um gênero bem abrangente, que envolve muitos subgêneros, e irei falar um pouco sobre cada:



- Anthology
São nada mais do que a reunião de várias histórias em um único livro. É indicado às pessoas que gostam de histórias curtas ou que deseja conhecer a escrita do autor. 
Exemplo: Antologia Entre Amigos - Vários autores (Skoob)

- Bigger Girl Lit
Esse subgênero tem cada vez mais ganhado um público maior, são aqueles Chick Lit's no qual a personagem está acima do peso que geralmente estão tentando emagrecer e falam sobre sua vida amorosa, sua relação com o trabalho, a família, e principalmente sua auto-estima.
Exemplo: Tamanho 42 Não É Gorda - Meg Cabot (Skoob)

- Christian Chick-Lit
Envolvem o universo feminino de um modo geral, porém as personagens seguem sua trajetória na história fies a sua fé cristã, o que reflete diretamente na história, além de a narrativa estar livre de palavrões.
Exemplo: Miss Match - Erynn Mangum (Skoob)

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Gêneros Literários: Literatura Fantástica)



- Fantasy Lit
São aqueles que envolvem temáticas sobrenaturais, fantasiosas e paranormais, de um modo geral. Suas histórias giram em torno de  protagonistas, engraçadas e espertas em um mundo cheio de aventuras. Ele é dividido em:
Time-travel ou Paranormal Lit - Narrações que se tratam de viagens no tempo, ou de ações paranormais por parte dos personagens
Exemplo: A Terra das Sombras: A Mediadora # 1 - Meg Cabot (Skoob)
Fantasy Lit - É aquele que envolve a magia, os poderes sobrenaturais e a bruxaria
Exemplo: Feitiços e Sutiãs: Magic in Manhattan # 1 - Sarah Mlynowski (Skoob)
Vampire Lit - Quando se trata de uma heroína vampira ou que, pelo menos, tem alguma relação com vampiros. 
Exemplo: A Caçadora: Temporada de Caça -  Vivianne Fair (Skoob)




- Glamour Lit
São os chick lit's que abordam um lado mais glomuroso, fashion e algumas vezes esnobe das personagens que geralmente estão ligadas a cinema, Tv, revistas ou que são herdeiras de uma fortuna. Esse Sub-gênero é dividido em três sub-categorias:
Park Avenue ou Gossip Lit Tratam de fofocas, esnobismos e traições.
Exemplo: As Delícias da Fofoca: Gossip Girl # 1 - Cecily Von Ziegesar (Skoob)
Glamourous Career Lit - Tem foco nas carreiras geralmente ligadas à moda, cinema, televisão ou no  mundo editorial, e algumas vezes também babá e assistentes.
Exemplo: Os Diários de Carrie - Candace Bushnell (Skoob)
Famous Lit - Os personagens são famosos e retratam a vida deles em meio a fama.
Exemplo: Como (quase) namorei Robert Pattinson - Carol Sabar (Skoob)

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário do Seriador)


- Hen Lit
Nesse subgênero as personagens são mais velhas (de 40 á 60 anos) geralmente tratam de temas familiares, guinadas no amor e etc.
Exemplo: A Terra tremeu? - Carmen Reid (Skoob)

- Lad Lit
Chick Lit é geralmente escrito por mulheres, mas no Lad Lit quem assume é os homens que escrevem e são os personagens principais. Eles retratam de assuntos, desde  trabalho, família até problemas amorosos. As vezes esses livros podem  ter as  perspectivas do ponto e vista masculino e feminino ao mesmo tempo.
Exemplo: Nick & Norah Uma Noite de Amor e Música - Rachel Cohn e David Levithan (Skoob)

- Multi-Cultural Lit ou Ethnic Chick-Lit
São livros que retratam outras culturas, como a africana, a asiática, a judaica, a latina, entre outras, tendo como base diferentes etnias e religiões porém que não necessariamente se passam em outro país.
Exemplo: Almost Single - Advaita Kala (Skoob)




- Mom Lit
Nesse subgênero o tema principal seria gravidez, maternidade e criação dos filhos, sendo mais uma "literatura da mamãe". São livros que tratam desse assunto de forma bem humorada, mostrando a loucura que pode ser a maternidade e os desafios de ser mãe, as relutancias, a vontade de engravidar, mães de primeira viagem e até mesmo gravidez indesejada. Esses livros são divididos em três sub-categorias determinadas pelo período que a mamãe está:
Pregnancy  Lit - Se passa durante o período de gestação e parto.
Exemplo: O Chá-de-Bebê de Becky Bloom: Becky Bloom #5 - Sophie Kinsella (Skoob)
Baby Lit - Se passa na fase em que as personagens estão lidando com a criação do bebê/criança, novas rotinas, problemas, dramas.
Exemplo: Melancia: As Irmãs Walsh # 1 - Marian Keyes (Skoob)
General Mom Lit - Engloba todo o restante da temática Mom Lit.
Exemplo: Aluga-se Para Temporada - Mary Kay Andrews (Skoob)

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário Shipper)


- Mystery Lit ou Thriller Chick Lit
São aqueles Chick Lit que envolvem mistério e suspense no qual a protagonista se envolve em alguma situação e precisa solucionar os mistérios para evitar o perigo.
Alguns livros podem ir mais para o lado romantico do que cômico como geralmente é no Chick Lit, nesse caso eles são considerados Romantic Chick-Lit Mysteries.
Exemplo: Cabeça de Vento: Cabeça de Vento # 1 - Meg Cabot (Skoob)

- Single City Girl Lit
A principal característica é que o cenário da história é alguma grande cidade e a protagonista é solteira, envolvendo
encontros, drinks, amizades, trabalho e romance.
Exemplo: Sushi - Marian Keyes (Skoob)

- Teen Chick Lit
Nesse subgênero temos a vida de adolescentes, os dramas do ensino médio, as primeras paixões, amizades, lideres de torcida, tratando de temas como romances, indecições de carreira a seguir e bullying.
Exemplo: A Estreia de Fani: Fazendo Meu Filme # 1 - Paula Pimenta (Skoob)



- Wedding Lit
São os chick-lits que ou envolverão os preparativos de um casamento ou serão focados na madrinha de algum casamento ou, até mesmo, a história de alguém tentando sabotar um casamento. Há três sub-categorias:
Bridesmaid Lit - São livros cuja protagonista é a madrinha de casamento  (geralmente a melhor amiga da Noiva).
Exemplo:  O Noivo da Minha Melhor Amiga: Darcy & Rachel # 1 - Emily Giffin (Skoob)
Wedding/Marrige Lit - São focados no casamento e geralmente contam a preparação da cerimônia.
Exemplo: Casório?! - Marian Keyes (Skoob)
Wedding Mystery - Envolve mistério no casamento.
Exemplo: The Accidental Bride: Trilogia Noivas - A Noiva Acidental - Jane Feather (Skoob)

- Working Girl Lit
São Chick Lit's que abordam mais a carreira das protagonistas, geralmente retratando seu dia a dia no trabalho, problemas com o chefe...
Exemplo: O Diabo Veste Prada: The Devil Wears Prada - Lauren Weisberger (Skoob)





Esses são os subgêneros e ramificações do Chick Lit e gostaria de lembrar que algumas vezes esses subgêneros e ramificações se misturam entre eles e com outros gêneros. Agora aguardem próximos posts de Utilidade Pública com mais gêneros literários, ainda tem muitos para abordar!





- Devido a um erro no sistema de comentários essa postagem não faz parte da promoção de TOP COMENTARISTA - ABRIL -



Tecnologia do Blogger.