UTILIDADE PÚBLICA - Gêneros Literários: Literatura Fantástica


Como disse anteriormente, na história, houve várias classificações de gêneros literários, de modo que não se pode determinar uma categorização de todas as obras seguindo uma abordagem comum, então depois de algumas pesquisas resolvi fazer algumas divisões o primeiro post de gêneros literários foi sobre os gêneros clássicos (você pode ver o post aqui), e agora trago uma divisão mais "moderna". Hoje vamos falar sobre o gênero: Literatura Fantástica que possui três subgêneros bem lidos atualmente a Fantasia o Terror/Horror e a Ficção Científica.


A Literatura Fantástica

Literatura Fantástica podemos dizer que refere-se ao que é criado pela imaginação, o que não existe na realidade. É aplicável a um objeto como a literatura, pois o universo da literatura, por mais que se tente aproximá-la do real, está limitado ao fantasioso e ao ficcional. Apesar de ser um gênero considerado moderno, há muitas discussões para decidir qual foi o primeiro livro desse gênero que alguns dizem ter surgido no século XIII com o livro "Mil e Uma Noites" e outros dizem que surgiu no século XV com "Sonho de uma Noite de Verão" de William Shakespeare.

Mas no Século XX, a Literatura Fantástica conquistou mais público e se tornou mais conhecido com autores como: Lord Dunsany (inspiração de J. R. R. Tolkien), H. Rider Haggard, Rudyard Kipling (autor do livro de contos O Livro da Selva, adaptado pela Disney em 1967 como Mogli), Edgar Rice Burroughs e na Fantasia para crianças, tivemos autores clássicos como J. M. Barrie (Peter Pan), L. Frank Baum (O Mágico de Oz) e Lewis Carrol (Alice no País das Maravilhas). Uma das ramificações que mais teve destaque nessa época foi a  Fantasia Épica com o lançamento de livros de Tolkien, O Hobbit e O Senhor dos Anéis, publicados em 1937 e 1955 abriram as portas para a Fantasia Épica junto com C. S. Lewis que começou a publicar As Crônicas de Nárnia. Apesar do sucesso de Tolkien e Lewis o ponto alto da Fantasia veio no século XXI com a série que se tornou um fenômeno de vendas no mundo inteiro: Harry Potter de J. K. Rowling que começou a ser publicado em 1997.

Atualmente temos vários sucessos desse gênero, principalmente após adaptações, como a série As Crônicas de Gelo e Fogo de George R. R. Mart publicado em 1996, que foi adaptada para série da HBO em 2011 e também as séries de Rick Riordan, Stephenie Meyer, Irmãos Grimm, Terry Brooks, Stephen King, Neil Gaiman, Cassandra Clare, Edgar Alan Poe, entre outros...

A Literatura Fantástica possui os subgêneros: Ficção Científica - que em geral narra sobre o impacto da ciência na sociedade literária criada; Terror/Horror - que se utiliza dos elementos próprios da literatura fantástica para criar o sentimento de medo; Fantasia - que faz forte uso de magia e elementos sobrenaturais em sua narrativa. Esses subgêneros possuem suas ramificações que irei abordar agora, lembrando apenas que uma obra frequentemente, pode se encaixar em mais de um subgênero ou ramificação.

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Gêneros Literários)

  Fantasia 


- Alta Fantasia ou Fantasia Épica
É a precursora e mais popular ramificação de Fantasia. São livros que descrevem um mundo totalmente novo, e usam personagens descritos com muita coragem e força que sempre devem lutar contra as forças do mal. Faz uso de elementos éticos e políticos sempre tendo uma divisão de BEM vs MAL.
Exemplo: A Guerra dos Tronos: As Crônicas de Gele e Fogo #01 - George R.R. Martin (Skoob)

- Baixa fantasia
São obras que se passam no nosso mundo, mas com o elemento fantástico. A trama se foca não na luta pelo destino do mundo, mas sim nos problemas entre indivíduos.
Exemplo: Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban - J. K. Rowling (Skoob)

- Científica
Une fantasia com ficção científica, podendo chegar a substituir a ciência pelo uso da magia, ou compara as duas forças.
Exemplo: Feios #01 - Scott Westerfeld (Skoob)

- Cômica
São livros com histórias fantásticas mas que tem a intenção de divertir o leitor. São fantasias mais cômicas.
Exemplo:  A Cor da Magia: Discworld #01 - Terry Pratchett  (Skoob)

- Contemporânea
São histórias fantásticas que se passam nos dias atuais, mas que utilizam elementos extraordinários, fantásticos, sobrenaturais ou mágicos.
Exemplo: Para Sempre: Os Imortais #01 - Alyson Noël (Skoob)

- Conto de Fadas
A Ramificação mais conhecida da Fantasia, são história que se baseiam em contos folclóricos, tradições culturais e narrativas fictícias. Não abrangem necessariamente o mundo das ‘fadas’, mas podem dar ênfase na fantasia folclórica desse grupo de seres sobrenaturais. Alguns contos de fadas são adaptações de contos antigos de terror (Acho que as adaptações mais famosas são as dos Irmãos Grimm).
Exemplo: Cinder: Crônicas Lunares #01 - Marissa Meyer  (Skoob)

- Distópica
São livros que contam uma história alternativa, mostrando uma sociedade que tomou um caminho da sociedade atual. Geralmente esses livros são caracterizados pelo totalitarismo, autoritarismo e pelo opressivo controle da sociedade instituídas em nome do bem-estar coletivo, e que em muitos a tecnologia é usada como ferramenta de controle por parte do Estado se passando em tempos que ainda estão por vir.
Exemplo: Destino: Matched #01 - Ally Condie (Skoob)

- Espada e Feitiçaria
Também conhecida como Fantasia Heroica, mostra heróis ou heroínas em suas aventuras. Pode ter magia, mas o foco é o herói que conduz a história.
Exemplo: A Companhia Negra: As Crônicas da Companhia Negra #01 - Glen Cook (Skoob)

- Infanto-Juvenil
São livros que podem fazer parte de qualquer subgênero Fantasia, mas que são direcionadas a um leitor mais jovem, não necessariamente apenas crianças leem, porém é uma direcionada a um público jovem. Geralmente os protagonistas são crianças e adolescentes e são especiais de alguma forma tendo que lutar com adversários poderosos.
Exemplo: Gregor, O Guerreiro da Superfície: As Crônicas do Subterrâneo #01 -Suzanne Collins (Skoob)

- Jovem Adulto
São livros que podem fazer parte de qualquer subgênero Fantasia, mas que são direcionadas para um publico jovem adulto (nos Estados Unidos é definido entre 12 e 18 anos).
Exemplo: Sussurro: Hush, Hush #01 - Becca Fitzpatrick (Skoob)

- Medieval
São Fantasias narradas nos tempos da Idade Média, podendo ser baseada em fatos ou criar locais fictícios.
Exemplo:  O Nome do Vento: A Crônica do Matador do Rei #01 - Patrick Rothfuss (Skoob)

- Mítica
São fantasias que fazem uso de mitologia usando deuses, semideuses, monstros mitológicos, entre outros.
Exemplo: Deuses Americanos - Neil Gaiman (Skoob)

- Mitopeia
São fantasias que usam uma mitologia própria, uma mitologia inventada pelo autor.
Exemplo: A Sociedade do Anel: O Senhor dos Anéis #01 - J. R. R. Tolkien (Skoob)

- Romântica
Essas são histórias que, mesmo apresentando elementos fantásticos, focam no romance. O que as difere de um Romance Adulto seria o uso de personagens com poderes sobrenaturais.
Exemplo: Amante Sombrio (Irmandade da Adaga Negra #1) - J. R. Ward (Skoob)

- Sombria
Histórias que unem fantasia com terror são classificadas dessa forma dentro do subgênero fantasia.
Exemplo: O Livro do Cemitério - Neil Gaiman (Skoob)

- Urbana
Essas são histórias situadas em grandes cidades no "mundo real", podendo ser em tempos atuais ou futuro e frequentemente vemos humanos comuns coexistindo com seres sobrenaturais. Geralmente há uma protagonista feminina e uma variedade de seres sobrenaturais.
Exemplo: Cidade dos Ossos: Os Instrumentos Mortais #01 - Cassandra Clare (Skoob)

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário do Seriador)

 

Terror / Horror


Esse subgênero possui livros classificados como Horror e Terror, mas existe uma diferença nessas duas nomenclaturas? Sim! Terror seria aquilo levado para um lado sombrio, sobrenatural, é aquele livro que te assusta, que dá medo e aquela vontade de sair correndo! Seria aquela sensação de quando vamos na cozinha a noite pegar água e dai apagamos a luz do corredor e corremos para o quarto. Já o Terror seria uma perturbação psicológica, é algo real, físico...  É algo que causa arrepio, que estremece o corpo, mais sangrento, mais real. Ou Seja, Terror é geralmente descrito como o sentimento de medo e expectativa que precede a experiência horrível e horror é o sentimento de repulsa que geralmente ocorre depois de algo assustador é visto, ouvido ou experimentado. Dentro desses subgêneros temos suas ramificações:

- Fantástico/Monstros
São histórias com personagens não humanos, ou humanos que sofreram mutação.
Exemplo: O médico e o monstro: Mestres do Terror # 3 - Robert Louis Stevenson (Skoob)

- Gótico
São livros que se passam na Idade Média, usam um cenário de decadência e ruína, aprisionamento e perseguições.
Exemplo: A Hora do Vampiro - Stephen King (Skoob)

- Histórico
Histórias situadas em algum período reconhecido pela História.
Exemplo: Caídos: Abandonai toda esperança #01 - M.R.Terci (Skoob)

- Jovem Adulto
São livros de terror/horror direcionados ao público Jovem Adulto.
Exemplo: O Adulto - Gillian Flynn (Skoob)

- Mistério Noir
São histórias de investigações, com detetives investigando casos de crimes.
Exemplo: Coração Satânico - William Hjortsberg e Elizabeth Marshall Thomas (Skoob)

- Psicológicos
São história que tem um foco mais no desenvolvimento da história e dos personagens mas que te dá aquela tensão ao ler. Normalmente não tem nada de sobrenatural apenas são pessoas com problemas mentais ou traumas.
Exemplo: It: A Coisa - Stephen King (Skoob)

- Sci-Fi
É uma ficção científica com um lado mais sombrio e violento, geralmente envolve invasões alienígenas ou experiências que deram errado.
Exemplo: Alien - Alan Dean Foster (Skoob)

- Slasher
São livros com histórias envolvendo Serial Killers.
Exemplo: O Psicopata Americano - Bret Easton Ellis (Skoob)

- Sobrenatural
São aqueles livros que utilizam do psicológico e das crenças dos leitores, envolvendo espíritos, possessões, fantasmas. Quase sempre se apoiam em alguma religião. Podem ser baseados em fatos ou apenas ficcionais.
Exemplo: O Demonologista - Andrew Pyper (Skoob)
 
- Tecnológico
São aquelas histórias que usam uma tecnologia que fugiu do controle, onde robos dominam o planeta, inteligências artificiais controlam as coisas.
Exemplo: Dead Space: Martyr - B. K. Evenson (Skoob)
   
- Zumbis
São histórias que abordam o mundo dos "mortos-vivos", pode ter personagens humanos, mas vivendo em um universo com zumbis. Atualmente temos várias abordagens de zumbis, mas nesse gênero se enquadra aqueles zumbis que não possuem emoção nenhuma, o único objetivo é carne, carne e carne.
Exemplo: A Ascensão do Governador: The Walking Dead #01 - Robert Kirkman e Jay Bonansinga (Skoob)

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário Shipper)

 

Ficção Científica


A Ficção Científica é dividida em Hard Sci-fi que são livros com histórias mais preocupadas com o embasamento científico, que tendem a ser mais detalhistas, plausíveis e “reais” e Soft Sci-fi que são histórias que não se importam tanto com os dados científicos, e sim com o relacionamento entre os personagens, seus sentimentos e a condição humana. Dentro dessa divisão há as ramificações:


- Biopunk
A Base da história é a biologia sintética, ou seja há um alteração por engenharia genética em seus cromossomos.
Exemplo: Jurassic Park - Michael Crichton (Skoob)

- Cyberpunk
São livros que envolvem um alta tecnologia, geralmente são ambientes sombrios e distópicos no qual empresas controlam a vida das pessoas e se passam em um futuro próximo ultrapassando a barreira entre o real e o virtual.
Exemplo: The Diamond Age: Or, a Young Lady's Illustrated Primer - Neal Stephenson (Skoob)

- Dieselpunk
São livros também ambientados no passado entre a Primeira Guerra Mundial e meados dos anos 50 que focam em uma tecnologia movida a diesel ou outro combustível.
Exemplo: Dieselpunk: Arquivos confidenciais de uma bela época - Antonio Luiz M. C. Costa (Skoob)

- Distopia
São histórias que criticam a sociedade contemporânea. Geralmente possuem governos totalitários, sociedades vivendo em castas ou facções, cidades em ruínas, violência generalizada, humanos lutando para sobreviver e fugindo de seres canibais, vírus mortais ou máquinas inteligentes.
Exemplo: A Estrada - Cormac McCarthy (Skoob)

- História alternativa
São histórias que se passam em um mundo onde a História possui um ponto de divergência da História “real”.
Exemplo: O Homem do Castelo Alto - Philip K. Dick (Skoob)

- Militar
São histórias focadas em grupos militares, abordam temas mais psicológicos como sobrevivência, defesa de um ideal e não fazem apologia a guerra.
Exemplo: Tropas Estelares - Robert A. Heinlein (Skoob)

- New Space Opera
São Spaces Operas mais preocupadas com os aspectos físicos e científicos.
Exemplo: As Crônicas de Medusa - Stephen Baxter e Alastair Reynolds (Skoob)

- Pós-cyberpunk
Assim como Cyberpunk são livros que envolvem um alta tecnologia, geralmente são ambientes sombrios e distópicos no qual empresas controlam a vida das pessoas, a diferença é que os personagens não são alienados, mas sim, engajados na defesa da ordem social estabelecida ou na criação de uma sociedade melhor.
Exemplo: The Diamond Age: Or, a Young Lady's Illustrated Primer - Neal Stephenson (Skoob)

- Space Opera
São livros que possuem aventuras românticas, cenários exóticos e que as leis da física e a ciência é ignorada para a história se desenvolver. É comum planetas terem a mesma atmosfera da Terra, naves espaciais e armas futuristas.
Exemplo: Star Wars: O Império Contra-Ataca -  George Lucas e  Leigh Brackett (Skoob)

- Steampunk
São livros ambientados em um passado no qual a tecnologia se desenvolveu mais cedo que na realidade. Geralmente são cenários vitorianos que abordam uma sociedade secreta ou teorias conspiratórias.
Exemplo: Leviatã: A Missão Secreta: Trilogia Leviatã #01 - Scott Westerfeld (Skoob)

- Viagens no tempo
É bastante popular na Ficção Científica essas obras na qual o personagem pode voltar ao passado ou pular anos no futuro, geralmente usando um equipamento para isso. Também se enquadra aqui a viagem entre realidades paralelas.
Exemplo: As Melhores Histórias de Viagens no Tempo -  Arthur C. Clarke, Ray Bradbury, Richard Matheson, Larry Nive (Skoob)





Esses são os subgêneros e ramificações da Literatura Fantástica e gostaria de lembrar que algumas vezes esses subgêneros e ramificações se misturam entre eles e com outros gêneros. Agora aguardem próximos posts de Utilidade Pública com mais gêneros literários, ainda tem muitos para abordar!


Enquanto isso, qual gênero vocês querem ver no próximo post?
Deixe nos comentários sua sugestão :)

(Esse post é válido para o TOP - Comentarista de Março / 2017)

6 comentários:

  1. Estou chocada e agradecida demais pelo post kkk sério que não sonhava com tantas possibilidades rsrs copiei o post no word para ir lendo e decorando pq é muita coisa kk parabéns pela dedicação na pesquisa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que amor... Obrigada :D
      Menina, realmente é muita coisa e ainda tem vários outros gêneros para abordar :)

      Excluir
  2. Oi Paloma, tudo bem?
    Que postagem mais explicativa hem. Eu mesma não sabia de todas essas ramificações da literatura fantástica. Sou apaixonada pelas histórias do Hobbit e As Crônicas de Gelo e Fogo.
    Beijokas
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, quando fui pesquisar fiquei surpresa também com tantas ramifações...

      Hobbit é muito amor... Nunca consegui ler as Crônicas, não tive paciência :(

      Excluir
  3. Paloma!
    Amei o post, todos os gêneros misturados e mto bem explicados!
    Sou bem eclética á gêneros, mas os meus preferidos são: Terror, romances de época, fantasias..
    Bjs

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.