PRIMEIRAS IMPRESSÕES - 13 Reasons Why




Olá, leitores! Tudo bem?
Hoje, 31 de março finalmente a Netflix liberou a série 13 Reasons Why (Os 13 Porquês). A série é baseada no livro de mesmo nome do autor Jay Asher, publicado em 2007. Ela conta com 13 episódios - um para cada porquê - e cada um tem a duração média de 50 minutos. 

Eu assisti o primeiro episódio e vim contar pra vocês quais são as minhas primeiras impressões da série. 


Sinopse:

Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah fora acabou de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos.

Trailer:


Minhas Impressões:

Li Os 13 Porquês há mais ou menos quatro anos. Lembro o quanto o livro me marcou e me prendeu. Ele me fez entrar totalmente na pele da Hannah e de Clay. Vi os 'dois lados da moeda' e até hoje não consigo amar menos um do que ao outro.

Lembro que em apenas uma madrugada devorei todas as 256 páginas. Os 13 Porquês acabou virando um dos meus queridinhos e esse amor me motivou a comprar um exemplar físico no mês passado. Mesmo após tantos anos, a necessidade de ter um apenas meu ainda era grande.

Foi com grande alegria, expectativa e ansiedade que contei cada um dos 31 dias de março sabendo que, no fim, teria a minha recompensa que seria finalmente poder assistir essa série que tanto ansiava.





Eu fui assistir o primeiro episódio com o coração martelando no peito de tanta ansiedade e animação e a medida que os minutos passavam a inquietação e o encantamento não diminuam, muito pelo contrário.

A série tem um tom meio sombrio de uma forma encantadora e viciante. A fotografia, a trilha sonora, o enredo, trazem um sentimento que ainda não consigo nomear. Elas fazem você se sentir atraído a história de uma forma nada óbvia.

A história vai se desenrolando misturando passado e presente e você é jogado de cabeça no antes e no agora. Eles se alternam - em alguns momentos - tão sutilmente que, é fácil esquecer que Hannah não está mais ali e que tudo o que restou dela foram 7 fitas numa caixa de sapatos e uma história que merece ser contada e principalmente, ouvida.



"Eu vou te contar a história da minha vida, mais especificamente, como a minha vida acabou. E se você está ouvindo essas fitas, você é um dos porquês.                                                                                                                            Eu não vou dizer em que fita você entra na história. Mas não precisa se preocupar, se você recebeu essa adorável caixa, seu nome vai aparecer.
                      Eu prometo.                  

De qualquer forma, as regras são bem simples. Existem apenas duas.
Regra número um: você escuta.
Número dois: você passa adiante.
Espero que nenhuma das duas seja fácil."

Adaptações normalmente são bem complicadas. Por que, caso a adaptação não seja muito fiel ou o roteirista queira inventar muita coisa ela acaba desandando.

Na minha opinião - e na de muitos de vocês - uma boa adaptação é aquela em que o roteiro segue fielmente a história do livro. E quanto a isso, 13 Reasons Why parece que não vai pecar. O que vi até agora foi um episódio tremendamente fiel, até mesmo nos diálogos. O que, com certeza, faz toda a diferença. 

Essa adaptação ganhou totalmente o meu coração e não vejo a hora de assistir todos os 13 episódios. Com certeza, irei recomendá-la muito para cada um dos meus amigos!

Espero que, com essa série, o livro volte para o topo de vendas e mais milhares e milhões de pessoas tenham a oportunidade de conhecer a história da Hannah e tudo o que ela representa. 



13 Reasons Why - tanto a série quanto o livro - merece ser amado, divulgado e aclamado por sua maravilhosa mensagem e por toda a reflexão que nos deixa. Será que na vida real existe mesmo os mocinhos e vilões estabelecidos? Todas as pessoas são totalmente boas ou totalmente ruins? Será que alguém é exatamente o que diz?

E quanto a você: será que alguma vez já magoou uma pessoa a ponto de fazê-la sentir vontade de acabar com a vida? Você já contribuiu para o sofrimento de alguma pessoa simplesmente por não defendê-la ou fechar os olhos e ouvidos para o bullying?

E a mais importante de todas: se a Hanna Baker da sua vida cometesse suicídio hoje, será que você receberia alguma fita?

Assista 13 Reasons Why e cresça, aprenda, se emocione e reflita. Não se esqueça de se fazer as perguntas acima. Espero que consiga conviver e não ser assombrado pelas respostas. 

"Você não pode interromper o futuro, nem modificar o passado.
O único jeito de descobrir este segredo é apertando play." ►

2 comentários:

  1. Oii!
    Ainda não li o livro, mas vou ver a série assim msm...
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Esse livro já é incrível, mas conseguiram fazer uma série que me fez ficar mais apaixonada ainda! Espero que possa ser um divisor de águas pra muitas pessoas! Beijos de luxx!

    http://fabricandoalgunssonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.