UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário do Seriador


Olá leitores e seriadores! Tudo bem?
O post de UTILIDADE PUBLICA - Dicionário Shipper foi um sucesso! E com ele percebi que realmente nós seriadores temos quase que um dialeto próprio! Pensando nisso, reuni os termos que utilizamos para fazer um dicionário do seriador, afinal se você não é um seriador, provavelmente conhece um seriador, e finalmente chegou a hora de entender o que quer dizer quando ouvimos: "Nossa a série entrou em um Hiatus e a Mid Season finale teve um cliffhanger que está me deixando maluca! Essa Showrunner vai me deixar louca com esse plot twist e aquele crossover maravilhoso!"

A Maioria desses termos utilizados é de origem americana, já que grande parte dos seriados mais assistidos do mundo são dos Estados Unidos e com certeza se você é um seriador ou se conhece algum já se deparou com alguma dessas palavras e ficou na dúvida.
Mas agora SEUS PROBLEMAS ACABARAM, trouxe Sheldon Cooper para ilustrar e explicar - Já que ele adora dividir sua sabedoria - com vocês! :D


www.dreamsandbooks.com

B.

BLINDSIDE: Utilizado por seriadores de Reality’s, é quando o participante é eliminado sem ter ideia do que aconteceu e foi enganado pelos outros.


C.

- Eu não preciso dormir. Eu preciso de respostas -
CLIFFHANGER: É uma crueldade feita pelos roteiristas, uma forma de quase matar o seriador de ansiedade e tortura por dias, semanas, meses... Essa crueldade é aquele gancho – revelação bombástica, dúvida, acontecimento, risco de vida - deixado geralmente no final do episódio ou da temporada que te deixa desesperado até o próximo episódio ou temporada.


CROSSOVER: É aquele tão desejado momento em que duas séries se misturam. Geralmente são séries do mesmo canal. Esse encontro pode ser feito com a participação de um ou mais personagens, ou até mesmo aqueles episódios que começam em uma série e terminam em outra – Arrow e Flash fazem isso sempre – e como tem dado certo, espero que mais séries façam isso! Como eu queria ver os Winchesters caçando vampiros em Mystic Falls.


(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário de Gêneros Literários)

F.

- Essa garota precisa ter uma vida -
FALL SEASON: É a época mais feliz do ano para o seriados. É quando a maioria das séries voltam do hiatus e novas estreiam. Ela ocorre durante o Outono (Fall) nos Estados Unidos – que seria de Setembro á Dezembro – e trás as séries de maiores audiências e maiores apostas das emissoras.

FANDOM: É um conjunto de fãs de uma determinada série ou personagem, geralmente são eles que se matam em votações, em abaixo assinado contra cancelamento, informações. É uma variação da palavra Fan Kingdom, e geralmente tem seus “nomes”, por exemplo o Fandom de Supernatural que é chamado de Hunters. E sim, Fandom é uma coisa séria.

FIERCE: É algo fantástico. Geralmente algo feroz, selvagem, furioso, forte, poderoso, feroz, intenso. Por exemplo, o sexo sangrento entre Sookie Stakhouse e Bill Compton, em True Blood.

FILLER: É aquele episódio aleatório, não muda nada, não acrescenta em nada na história. É aquele episódio desnecessário, feito para “encher linguiça”

FINALE: É o último episódio da temporada (Season Finale) ou da série (Séries Finale).

FLASHBACK: É um recurso usado nas séries para mostrar eventos do passado. Geralmente representa alguma lembrança de um personagem.


* Assistindo a um FLOP *
FLASHFOWARD: É um recurso usado nas séries para mostrar cenas do futuro. A série How to Get Away With Murder usa muito esse recurso.

FLOP: È aquela série que é um fracasso, que é claro que não tem futuro na TV. Isso é determinado pela audiência da série.

FRAK: É um termo criado por Battlestar Galactica e que tem sido utilizado por seriadores, significa “Fuck”, ou seja seria um foda-se.
 
FRONT RUNNER: Utilizado por seriadores de Reality’s é aquele participante “Favorito”. Todo mundo adorou logo de cara e parece ter tudo para vencer (e geralmente, não vence).


G.

* Aquele momento em que descobrem seu Guilty Pleasure *


GUILTY PLEASURE: Como a própria tradução diz “Prazer Culposo”. Esse termo é utilizado para aquelas séries, episódios, personagens, casais que você ama mas que tem vergonha de admitir. Todo mundo tem – eu também tenho - mas a maioria esconde.



H.

* Hiatus = Horror * 
HIATUS: Mais conhecido como pior período da vida de um seriador. É aquela “pequena” pausa na exibição. Geralmente ocorrem nas festas do final de ano, ou durante o período que outras séries são exibidas naquela pausa durante uma temporada e outra. Ele varia de série para série, e esse período só é feliz para aquele seriador que tem um monte de episódios atrasados na grade.

HIT: É a série que foi um sucesso. Foi bem recebida e caiu no gosto da galera.

HYPE: É o burburinho, os comentários de boca a boca que uma série traz, aquela falação em redes sociais, no elevador, na escola, no trabalho.

(Leia também: UTILIDADE PÚBLICA - Dicionário Shipper)

J.

JUMP THE SHARK: Não é muito utilizado esse termo, mas surgiu em um episódio de Happy Days, onde o personagem Fonzie pulou um tubarão em uma cena. Digamos que é quando você está acompanhando uma série e acontece algo tão ruim que faz a série toda se perder e talvez nunca volte a ser boa.


L.

LEAD IN: É o programa que é exibido antes de outro, geralmente com a missão de manter a audiência do que vem a seguir. É apenas um conceito estratégico para maior alcance de público.

LEAD OUT: É o programa que vem depois, com a missão de reter a audiência do que foi exibido antes. E como o Lead In é apenas um conceito estratégico para ter maior audiência.


M.

MID SEASON: É a baixa temporada das séries. Geralmente ocorre entre Janeiro e Maio. Ocorre entre a Fall Season e a Summer Season, é uma baixa temporada… quando as séries mais badaladas da Fall terminam e você fica roendo as unhas pelas melhores da Summer! Nessa época reprisam episódios ou estreiam algumas séries não muito compromissadas, que são criadas mais pra cobrir a grade, normalmente são aquelas que só tem uma temporada.

MID SEASON FINALE: É o último episódio antes do hiatus, geralmente tem um cliffhanger de matar o fandom. É considerado como um mini-finale.


- Esse é meu garoto -


MVP: É a sigla Most Valuable Player, que é um termo usado pela imprensa americana para indicar o melhor atleta em um evento esportivo. Os seriadores utilizam para indicar atores que tiveram a melhor performance em um episódio ou série.

N.

NIELSEN: Não é um termo, mas é bastante utilizado quando falamos de audiência das séries, pois ele seria o IBOPE, dos seriados americanos, só que medem em milhões de telespectadores, não em pontos.


P.

PILOT/PILOTO: É o primeiro episódio de uma série, ele serve como um teste e pode até ter seu rumo modificado nos próximos episódios – aconteceu com The Big Bng Theory – muitas vezes esse piloto “vaza” antes da estreia.


* Aquele momento em que um Plot Twist "buga" tudo *

PLOT: É o foco principal da série, toda a série gira em torno daquilo.

PLOT TWIST: É aquela reviravolta, aquele acontecimento chave que faz tudo mudar. Aquele momento que algo inesperado acontece e você fica de boca aberta, sem chão, com ar faltando no pulmão.

PREQUEL: É aquela série que mostra a origem de uma história já conhecida.

PROCEDURAL: É um estilo de série focada em episódios semanais. Geralmente tem menos foco nas histórias pessoais dos personagens, e tem geralmente a história encerrada no mesmo episódio. Um exemplo disso é a franquia CSI.


R.

REBOOT: É o relançamento de uma história na qual se mantém apenas os elementos importantes. Geralmente são adaptações de filmes mas com outros atores e com uma sequencia diferente da história.

REMAKE: É a regravação de uma série, feito da mesma forma, apenas com atores diferentes.

REVIEW: Review é a análise crítica feita sobre algo, é como se fosse uma resenha, feita de forma opinativa, explorando tudo o que aconteceu naquele episódio ou temporada.


S.

S01E01: É apenas uma representação mais simples e mais prática de escrever o número só episódio e sua temporada. Seria: S(eason)01 E(pisódio)01. Também pode ser representado apenas pelos números - Exemplo: 1x01, que seria Temporada X Episódio – essas representações facilitam muito a vida do seriador.


* Nossa reação quando é
anunciada a Series Finale *
SEASON FINALE: É o episódio final da temporada de uma série que foi renovada.

SEASON PREMIERE: É o primeiro episódio de uma série que foi renovada. Ou seja a primeira temporada o primeiro episódio é PILOTO, mas a partir da segunda temporada os primeiros episódios de cada temporada é uma Season Premiere.

SERIES FINALE: É a mesma coisa de Finale. É o último episódio de uma série. É simplesmente o fim da série.

SERIES PREMIERE: É a versão final do episódio Piloto.

SHIP/SHIPPER/SHIPPANDO/SHIPPAR: Ship vem da palavra relashionship. No caso shippar significa torcer, defender, sofrer, esperar por um determinado casal da série. Há vários tipos de shipps e para eles temos um dicionário próprio que você encontra aqui.

SHOWRUNNER: É o todo poderoso da série. É quem toma todas as grandes decisões e geralmente é produtor, roteirista, diretor e é comum que ele seja o criador da série. Ele é responsável por deixar tudo coerente. Uma das Showrunners mais famosas – odiada e amada – é a Shonda Rhimes – mais conhecida como Shondanás – que é Showrunner das séries: Grey’s Anatomy, Scandal e How To Get Away With Murder.

SITCOM: São séries cômicas, geralmente com menos de 30 minutos, com cenários familiares ou ambientes de trabalho. Elas tem o cenário fixo e geralmente existe uma plateia. Sitcom também é excelente em criar “bordões”.

SPIN-OFF: São séries derivadas de outras séries, geralmente ocorre quando a série faz tanto sucesso que eles tentam reproduzir esse sucesso criando uma outra derivada. Nem todos Spin Offs dão certo – Ravenswood por exemplo que é um Spin Off de Pretty Little Liars – mas eles geralmente são bem vindos e a galera gosta bastante como foi o caso de The Originals que é um Spin Off de The Vampire Diaries.


*SPOILER*
SPOILER: Traduzindo do inglês Spoiler, que vem do verbo “to spoil”, é estragar alguma coisa. É o maior crime de um seriador. É quando alguém solta sem querer – ou não – uma informação sobre o que vai acontecer na série acabando com a alegria de quem ainda vai assistir. O ideal é que quando vai falar de algum Spoiler em redes sociais coloque bem grande em letras garrafais *SPOILER ALERT*. Mas há algumas pessoas – loucas – que não ligam e até gostam de spoiler.


SUMMER SEASON: É a temporada de Verão dos Estados Unidos, entre junho e agosto onde, como a maioria das séries da Fall Season está em hiatus para voltar apenas em setembro, então a TV a cabo americana aproveita para exibir novas séries ou novas temporadas das suas séries renovadas. É considerada uma “zona morta” de séries, mas muitas já se descaram e ganharam seu lugar ao sol como Pretty Little Liars e Under the Dome…

Quando sai o Upfront:
SIM PARA TODAS AS SÉRIES!


U.

UPFRONT: È o momento em que as emissoras apresentam as estreias, cancelamentos e renovações para uma nova season. A melhor definição que li de Upfront foi: “É o momento mais emocionante que apuração de escola de samba na vida de um seriador”

W.

WEBISODES: É a palavra que usa pra episódios lançados apenas na web, geralmente coisas de minutos, lançados nos períodos de hiatus.




Agora que todos sabemos tudo o que significa cada termo, bora ser feliz vendo série!

Se você conhece, ou já ouviu alguma palavra que não está no dicionário, entre em contato na página do Dreams & Books no Facebook, que procuro o que significa e acrescento nesse post! 


Tecnologia do Blogger.