EVENTO - Comic Con Experience: Painéis


Boa Noite Leitores! Tudo bem?
O Terceiro e último post sobre a Comic Con será sobre os Painéis! Com certeza a parte mais aguardada da Comic Con, é durante os painéis que vemos os convidados de pertinho, as novidades, as conversas e perguntas... Há 3 auditórios: Cinemark, Ultra e Prime com diversos painéis durante os 4 dias de CCXP! Eu queria ir em todos, mas infelizmente não tem como, mas fui em alguns, e trago um pouquinhos deles para vocês...


1º DIA: O Painel da Paramount Pictures


Michael Bisping, Nina Dobrev e Vin Diesel ao sair do
painel da Paramount Pictures no primeiro dia de
Comi Con.
Foto: @lominha_machado



O Painel da Paramount era o mais aguardado do primeiro dia de Comic Con. Foram diversos conteúdos exclusivos apresentados de vários lançamentos que vão vir. Logo após esses conteúdos, vimos com exclusividade os primeiros 20 minutos do filme xXx: Reativar. E então os convidados tão aguardados entraram: Nina Dobrev, Vin Diesel e Michael Bisping entraram no palco com muitos aplausos e gritos. O trio falou sobre o longa e o que podemos esperar dele... Nina nos contou mais sobre sua personagem que ela disse ser diferente de tudo que ela já fez e Vin falou sobre seu amor pelo Brasil. Também soubemos que o quarto filme da franquia está em andamento, e as gravações devem começar até maio de 2017. Foi um painel incrível, a alegria de Nina, Vin e Michael era nítida! Durante o painel vimos fãs de The Vampire Diaries, Velozes e Furiosos e Ultimate Fighting todos juntos aplaudindo e gritando, emocionando esses três convidados. Um momento para se colocar na caixinha de "lembrar para sempre" é ter visto ao vivo e em minha frente Vin Diesel abrir os braços e dizer: THIS IS BRASIL. Para uma fã de velozes e furiosos é algo para eternizar.




2º DIA: O Painel da Sony


Milla Jovovich, durante o painel da Sony.
Foto: @lominha_machado 
O que dizer de um painel que temos como convidada a atriz: Milla Jovovich? Cresci assistindo Residente Evil, e RE é responsável por minha paixão por "zumbis" e nunca pensei que teria a chance de ver Alice tão de perto. Foi a primeira vez nesses 4 dias que meus olhos encheram de lágrimas, lembro de quando era criança implorar para minha irmã alugar o VHS - Sim, sou do tempo do VHS - de Residente Evil, pois achava a Alice incrível e sonhar em ser como ela num possível apocalipse zumbi e precisava ver várias vezes para aprender... E depois de tantos anos ali estava Milla Jovovich toda sorridente e simpática bem na minha frente! Confesso que estava tão encantada que não prestei muita atenção no que ela e seu marido Paul W. S. Anderson (diretor da franquia) disseram. Mas eles falaram sobre o sexto filme ser o encerramento de um ciclo, que Alice voltará para onde tudo começou e que eles não pretendem fazer um remake do filme. E também pudemos ver uma cena inédita e exclusiva do novo filme com a Alice em ação.
Mas não é só de Residente Evil que a Sony é feita, vimos trailers de outros filmes como  Passageiros, Vida, Os Smurfs, Trainspotting 2 e o mais aguardado: Um clipe especial e inédito de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Preciso dizer: Tom Holland, o melhor Homem Aranha!



2º DIA: Painel de 3%


Eu procurei uma foto de todos, mas só achei dele <3
Foto: @lominha_machado
Já que já estava no auditório decidi esperar o painel dos diretos de 3%, a primeira série Brasileira Original da Netflix. Assisti a série em 1 dia e adorei! Queria muito conhecer os criadores dessa história. Eles contaram que o projeto começou em 2009 em um piloto de web série disponibilizado no Youtube. Muitos se interessaram, poucos investiram. E essa ideia durou por anos até receber o apoio da Netflix. O que mais gostei foi ver a simplicidade de todos eles, que em todos os momentos agradeciam a todos da equipe e aos fãs. Ficou nítido que o programa é feito na base da união! Outro ponto também é a presença de tantas mulheres na produção, é lindo ver que esse emponderamento feminino de 3% não é só na série, mas nos bastidores também! Para completar o painel, parte do elenco da série, que não estava programado para entrar no painel, invadiu o palco. E eu nesse momento só tive olhos para o "Rafael".




3º DIA: Painel de David Ramsey (Arrow)


David Ramsey no auditório Ultra.
Foto: @lominha_machado
A CCXP persiste e não desistiu até trazer um ator de Arrow, depois de 2 tentativas falhas, David Ramsey chegou para representar! Esbanjando bom humor e simpatia estava encantado com a quantidade de fãs brasileiros. Eu um bate papo descontraido, David falou sobre a importancia que seu personagem Diggle está ganhando, e sobre o clima nos bastidores e a união do elenco, principalmente ele, Stephen (Oliver) e Emily (Felicity) que se divertem com brincadeiras - mais infantis possíveis - por trás das cameras. Ele compartilhou também que o final de temporada só é revelado para eles depois da metade, e que mesmo assim "por cima" e deu como exemplo a morte da Canário Negro, ele disse que só foram informados que um deles iria morrer, mas ficaram por muito tempo sem saber quem. David também disse que para ele a 2º temporada foi a melhor, seu vilão favorito foi o Deathstroke, e que ele fica muito feliz ao ver que nessa quinta temporada a história está voltando para aquele enredo de "rua" das duas primeiras temporadas. Também foi abordado sobre os novos integrantes, a morte de Laurel, as mudanças devido ao Flashpoint, momento no qual ele revelou que sente falta da Baby Sara, e foi enfático em dizer que quer que a Liga da Justiça seja abordada na série e que seu sonho é um encontro de Oliver Queen e Bruce Wayne. Para encerrar declarou ser #Olicity pois Oliver se torna mais humano junto de Felicity e disse que prefere a Laurel Lance como Canario Negro, pois Sara se saiu muito melhor como Canário Branco.



3º DIA: Painel de Mark Pellegrino e Jim Michaels (Supernatural)


Mark Pellegrino (Nosso querido "Tio Lú") durante
o painel de Supernatual, com Jim Michaels, no
auditório Ultra.
Foto: @lominha_machado
Supernatural é uma de minhas séries favoritas, e a CCXP está realizando meus sonhos aos poucos, ano passado foi Misha Collins, esse ano Mark Pellegrino! Meu Coração assim não aguenta. Durante quase 1h Mark e Jim estiveram no auditório Ultra respondendo as perguntas da plateia. Aplausos e Gritos, totalmente aclamado, Mark e Jim entram ao palco. Em clima de brincadeira e alegria eles responderam diversas perguntas! Mark disse que se sentiu lisonjeado quando Misha Collins interpretou Lúcifer, e que ele ajudou o colega de elenco a preparar essa versão do vilão, que manteve a sua essência com um toque de originalidade. Mark também contou que em sua primeira cena da série ele cantou o clássico “Simpathy For The Devil”, dos Rolling Stones, mas que a banda não liberou os direitos de uso da música... Jim já revelou que não há possibilidade de fazer uma reformulação na série em um futuro, e que gostaria de ver Dean e Sam explorando lugares ainda não vistos e até mesmo outros países! Quanto o motivo de Supernatural estar a tanto tempo no ar, Jim diz que muito disso se deve ao sucesso mundial que a série tem em outros países, sendo vista por mais de 20 milhões de pessoas ao redor do mundo. E Jim também contou sobre a vontade de fazer um "crossover" com The Vampire Diaries. Ele disse que queria ver o Dean e Sam matando todo o elenco, e brincou dizendo que até comentou isso com os produtores de TVD e que não sabe o motivo deles não terem gostado da ideia. Já Mark Pellegrino disse que seus episódios preferidos são: “Yellow Fever” e “Changing Channels” e terminou o painel dizendo que não considera Lucifer tão ruim assim, e que na verdade ele nada mais que o primeiro rebelde da história, a primeira pessoa a dizer não às “leis cegas”. Mas o que deixou claro nesse painel é que: LÚCIFER só há um, e Mark Pellegrino é o ator que realmente dá vida a ele.



4º DIA: Painel Warner

No último dia de CCXP fiquei o dia todo no auditório Cinemark, e começamos com um dos já tradicionais e mais aguardados painéis do evento, o da Warner Bros. Nele vimos novidades sobre os filmes e tivemos a presença do Jordan Vogt-Roberts, diretor de Kong – A Ilha da Caveira, que revelou um pouco de suas inspirações e detalhes do filme. Após isso tivemos  mensagens de vários atores que fazem parte dos filmes que vão lançar: vários vídeos com mensagens de Eddie Redmayne (Animais Fantásticos e Onde Habitam), Zack Snyder (Liga da Justiça), Cal Gadot e Patty Jenkins (Mulher-Maravilha), Will Arnett (Que dubla o Batman na animação LEGO Batman – O Filme). O auditório foi a loucura em todo o conteúdo passado. Ainda tivemos o desenhista Yanick Paquette e o roterista Brian Azzarello – que foram entrevistados por Hessel (Omelete) para conversarem um pouco sobre a trajetória da Mulher-Maravilha, que completou 75 anos em novembro. Os dois falaram da importância da personagem para os fãs e para a editora, e ainda comentaram que aguardam para ver como ela será retratada nos cinemas. E para finalizar tivemos tivemos uma mensagem de Zack Snyder, o trailer de Liga da Justiça, Um longo clipe com cenas dos filmes da DC e entrevistas com os atores de Liga da Justiça e Esquadrão Suicida. E o trailer estendido do filme da Mulher Maravilha.



4º DIA: Painel Ross Marquand (The Walking Dead)


Ross Marquand, durante o painel de The Walking Dead
Foto: @lominha_machado
Como esse painel de me surpreendeu, eu adoro The Walking Dead, mas confesso que não estava tão ansiosa para esse painel até que Ross Marquand entrou, esbanjando simpatia, amor, felicidade, e eu me encantei! Sério quero o Ross em um potinho para mim! Durante o painel ele falou sobre as HQ's - que ele já lia antes mesmo de entrar na série -, sobre a morte do Gleen, a entrada de Jeffrey Dean Morgan como Negan e alguns rumos para série. Também falou sobre a morte que ele mais sentiu: Hershel, e um pouco sobre sua carreira, pois ele estava quase desistindo de tudo, não tinha dinheiro algum, durante anos precisou diversos bicos como de garçom, e estava quase se mudando para Nova York para tentar ser escritor ou fotógrafo e conseguiu o papel para The Walking Dead. Marquand falou também sobre a importância de ser o primeiro personagem gay de The Walking Dead, de como o público soube receber isso de forma positiva e revelou que muitos fãs vieram falar com ele pois Aaron é o motivo deles continuaram assistindo ao show, e sentindo-se motivados em falar do assunto, por exemplo, com os pais. O painel teve de tudo, perguntas sobre dublagens, sua participação em Mad Men, política, a importância das redes sociais. Ele se declarou um grande fã de quadrinhos e Star Wars, mas o foco foi sua habilidade de imitar famosos, sério a imitação dele de Al Pacino, Robert De Niro, Brad Pitt, Marlon Brando e Matthew McConaughey e uma conversa entre os Batmans de Michael Keaton, Christian Bale é incrível! O painel terminou com Marquand sendo aplaudido de pé e incrivelmente ovacionado pelo público em um auditório que tremia.


4º DIA: Painel Netflix (Sense 8)


Miguel Ángel Silvestre, durante o painel de Sense8.
Foto: @lominha_machado


O Painel da Netlfix se tornou o mais aguardado da CCXP, e a fila do auditório que começou a ser formada no sábado era por ela. O Painel começou com um vídeo de várias atrações da Netflix, e o auditório tremia! Tivemos o trailer de The AO, teaser de Star Trek, e uma prévia da nova parceria com a Marvel, Punho de Ferro. Além de vídeos com recadinhos especiais para o Brasil de Os Defensores e Strange Things. Após os vídeos chegou a tão aguardada hora dos convidados, os primeiros convidados foram os atores Miguel Ángel S, Tina Desai e Brian J. Smith de Sense8. O trio falou sobre o sucesso da série, novidades da 2° temporada e sobre as cidades que mais gostaram de gravar, Miguel revelou que a sua é São Paulo. Já o Brian disse que é a São Paulo também, junto com Berlim. Tina falou de diversas cidades, mas demonstrou encanto na passagem rápida pelo Quênia.



Brian J. Smith, durante o painel de Sense8.
Foto: @lominha_machado
Também falaram das mudanças que ocorrem durante as gravações, quando a cena estava quase pronta Lana mudava de ideia e alterava o roteiro, e tinha que recorrer a um supervisor de roteiros para evitar confusão. Sobre as gravações na Parada Gay, Miguel revelou que a escolha do evento foi devido São Paulo ser uma das cidades que mais sofre  violência de homofobia, e ainda no assunto de seu personagem, revelou que para construir Lito se inspirou em um parente que era homossexual, e que sofreu por isso na ditadura espanhola, pois sempre o viu como uma figura heroica. Já Brian disse que seu personagem será um dos destaques dessa nova temporada e que para construir a trama do policial, ele se envolveu de forma única. E Tina revelou que a ligação dela com Wolfgang será explorada de forma mais profunda.



Tina Desai, durante o painel de Sense8.
Foto: @lominha_machado

Questionados se os personagens devem ficar juntos, a plateia não pensou duas vezes em responder que sim. A presença deles se encerrou com Miguel dançando enquanto a plateia cantava "Dança da Vassoura", e ainda tivemos a chance de ver uma cena de muita ação que provavelmente é do episódio especial que será exibido em dezembro que também teve sua data informada durante o painel da Netflix: 23 de dezembro.
Já a 2º temporada teremos que esperar até 5 de maio de 2017 para conferir os 10 novos episódios, da série que conquistou nossos corações.






                 4º DIA: Painel Netflix (3%)


Elenco comemorando a renovação da série
anunciada durante o painel de 3%
Foto: @lominha_machado

Esse painel foi lindo! Sério, Os seis atores da série presentes no painel eram: Viviane Porto (Aline), Bianca Comparato (Michele), Rafael Lozano (Marco), Vaneza Oliveira (Joana), Rodolfo Valente (Rafael) e Michel Gomes (Fernando). A Felicidade deles por estarem ali era algo nítido. Eles falaram sobre seus personagens, sobre a equipe e a alegria de participar da primeira série original brasileira da Netflix. Também falaram sobre o sucesso mundial que estão fazendo e como do dia para noite eles começaram a receber mensagens de pessoas do mundo inteiro. Mas o melhor do Painel veio quando a moderadora Aline Diniz chamou ao palco  o vice-presidente de marketing da Netflix na América Latina, Vinny Lozato, para “dar uma notícia”. Ele foi recebido por gritos de "renova, renova" e então deu sua notícia: 3% foi renovada! O auditório foi abaixo, os atores que não sabiam dessa noticia se abraçaram e puxaram um "3% é baile de favela" antes de agradecer ao público. Após isso foram questionados sobre o seu futuro, Vaneza que interpreta Joana foi direta: "Espero que ela quebre a porra toda". Vaneza com certeza foi a mais aplaudida de todos, e no inicio do Painel se emocionou ao dizer junto com o Rodolfo que ainda estava "caindo a ficha" de tudo que estava acontecendo, e foi um sentimento tão sincero que ela passou ao público que várias pessoas se emocionaram com ela. Foi um painel realmente lindo.


                                                                                                                                                           4º DIA: Painel Netflix (Shadowhunters)


Matthew Daddario, durante o Painel de Shadowhunters.
Foto: @lominha_machado
Quem me conhece sabe que sou apaixonada por Shadowhunters e sou louca por Matthew Daddario (Alec). Logo que foram anunciados eu vi a Netflix em mais um ano me deixando perto daqueles que eu mais amo. E o painel de Shadowhunters contou com a presença de Dominic Sherwood (Jace), Matthew Daddario (Alec, Mozão), Katherine McNamara (Clare), Alberto Rosende (Simon, Mozão II) e Emeraude Toubia (Izzy).
Os atores puderam conversar um pouco sobre os bastidores e falar um pouco sobre a nova temporada. Katherine e Alberto Rosende afirmaram terem sido os únicos a lerem todos os livros da saga Instrumentos Mortais e que todos realmente treinam artes marciais para se preparar para as cenas de ação.




Alberto Rosende, durante o Painel de Shadowhunters.
Foto: @lominha_machado
Dominic disse que não pode revelar muito sobre a segunda temporada, mas que será interessante e que as coisas não estarão fáceis para Jace que que começa a temporada passando por torturas físicas e psicológicas. Também foi revelado por Dominic - ele estava tão falante sobre a nova temporada - que no episódio 3 vamos conhecer um pouco mais do passado dos personagens e veremos Alec, Izzy e Jace pequenos. Já Matthew disse que Alec e Magnus vão se aproximar mais, e que um dos focos da segunda temporada será a dinâmica de trabalho entre Alec e Clary. Katherine McNamara revelou que os demônios estarão mais assustadoras na segunda temporada, que terá um tom um pouco mais sombrio que a primeira. Para finalizar teve um jogo rápido de perguntas e respostas, onde falaram que consideram a  mitologia de Shadowhunters única, portanto não é possível ser comparada e que gostariam de participar de grandes sagas como: Star Wars, Harry Potter e Marvel Universe. No final pediram para fazer um "Mannequin Challenge" e se despediram ovacionados pelo público.


Emeraude Toubia , durante o Painel de Shadowhunters.
Foto: @lominha_machado
Katherine McNamara, durante o Painel de Shadowhunters.
Foto: @lominha_machado
Dominic Sherwood, durante o Painel de Shadowhunters.
Foto: @lominha_machado



4º DIA: Painel Netflix (Desventuras Em Séries)

Em qualquer "sobre" meu está que eu nunca superei o final de How I Met You Mother, logo entendemos que eu AMO How I Met You Mother. Então pensem em minha reação quando Neil Patrick Harris foi confirmado no painel da CCXP? Eu sei que ele estava ali para falar de Conde Olaf de Desventuras em série - uma série de livros que por sinal eu adoro - mas eu conseguia apenas ver: O LEGEN... DARY, BARNEY STINSON! No meu coração eu o via com terno e gravata de patinhos naquele palco, e imaginei ao fundo a Narração: "Crianças, já contei para vocês sobre o dia que o seu Tio Barney foi para o Comic Con no Brasil se passando de Neil Patrick Harris?". 
Neil, contou que não leu os 13 livros da série, mas que fez muitas pesquisas para dar vida ao personagem e que buscaram se aproximar mais do tom do livro, que é uma mistura de gêneros e emoções e contou também ter se inspirado em Alan Rickman, que deu vida ao Snape em Harry Potter.
Sobre seus companheiros de trabalho, Neil disse que os atores mirins roubaram a cena, a bebê que faz a pequena Sunny era muito expressiva e estava incrivelmente sempre concentrada e que mal parecia um bebê. Quanto as crianças Neil disse que os recebia no Set já caracterizado de Conde Olaf dizendo: "Bom dia, crianças talentosas insuportáveis", as crianças sabiam que ele não era tão terrível como o vilão, mas ele acreditava que, no set, elas não podiam vê-lo como o cara legal e disse ainda que "Foi divertido ser babaca" e elogiou a atuação dos dois: "É muito para atores de 13 e 14 fazerem, mas eles são incríveis. Se não fizermos mais temporadas logo, eles vão estar na faculdade”. Neil contou também que sua caracterização levava quase 3h para estar pronto e que para ele era como "Se fosse Halloween todo dia". Como já tinha sido divulgado a primeira temporada terá 8 episódios, e a cada dois teremos a adaptação de um livro. Como os personagens nunca voltam para os mesmos locais de um livro pro outro, todos os cenários eram completamente desmontados e destruídos para comporem novos cenários dos próximos episódios. A série foi gravada em Vancouver, totalmente dentro de um estúdio, e quase não foi usado tela verde. Sobre a participação de Patrick Warburton como Lemony Snicket, ele disse que será bem divertida, pois ele estará presente nas cenas congeladas enquanto narra o que se passa. 
Mas, além disso Neil falou um pouco sobre seu personagem tão querido Barney, e disse que ficou contente com o final, pois "Barney sempre seria esse cara. Ele teve um relacionamento com a Robin e eles eram um bom casal. Mas ele não foi configurado para ficar com a mesma mulher pro resto da vida. Gostei de como a série acabou, não foi um felizes para sempre”, e também disse que aprendeu muito com o Barney “Gosto do jeito Barney de ser, que não se preocupa com o que os outros pensam dele. E se os outros não entram na dele, dane-se. Barney me ensinou a ser menos medroso. Ele tem esse pensamento de que se você tenta e não consegue, você tem uma história melhor”. Neil também não deixou de lado sua família, e gravou um vídeo para seus filhos com seus "amigos" brasileiros mandando um OI! Totalmente descontraído, alegre e simpático aprendeu português muito bem: "Eu aprendi uma palavra em português, que todos têm falado para mim: 'Gostoso'", disse, arrancando risos, aplausos e muitos gritos de todos. 

Tecnologia do Blogger.