RESENHA - Procura-se

Olá, leitores! Tudo bem?
Hoje eu venho com a terceira resenha da Semana de Resenhas e é do livro Procura-se da autora Giovanna Vaccaro! 

Título: Procura-se

Autora: Giovanna Vaccaro
Editora: Novo Século / Novos Talentos da Literatura 
Número de Páginas: 200
Fanpage: Curta
Skoob: Adicione
"O amor é como os batimentos cardíacos.
Nas horas finais, tornam-se mais fortes."

Sinopse:
O tempo que Ariane tem de vida é bem menor do que se imagina. Desde os seis anos, sofre com a doença arterial coronariana, uma deficiência cardíaca genética; rara em pessoas jovens, mas fatal. Mantendo-se com a ajuda de remédios, ela conta com a ajuda de seu pai e de sua irmã Becky.

Para agravar a situação, após uma crise de insuficiência cardíaca, ela recebe a notícia de que deverá passar, o mais urgente possível, por um transplante de coração, caso contrário, seus dias estão por um fio.

Porém, ela tem uma nova razão para pulsar: seu novo amigo Miles. Ariane se envolve em uma paixão “quase” perfeita – diante do difícil drama que enfrenta! Juntos, eles tentarão encontrar uma saída e farão de tudo para congelar o tempo e eternizar cada segundo que lhes resta, como um extenso fio de esperança que surge a seu futuro tão incerto.

"Procura-se um amigo 
Procura-se um amor 
  Procura-se um coração."

Quando eu comecei a ler Procura-se, nem sei qual era a minha expectativa sobre o livro e nem que tipo de leitura eu esperava. Só tinha lido a sinopse e mais nada. 

Assim que comecei, me encantei com a forma de escrever da autora que é muito viciante e madura (apesar dos seus 14 anos apenas) e me vi lendo uma página atrás da outra sem querer parar. 

Procura-se é aquele tipo de livro que te prende, te faz sorrir e chorar e te faz querer mais e mais. 

A leitura flui rapidamente e quando você percebe, já passou da metade. Então, começa aquilo de querer saber o final, mas, não querer que o livro acabe. 

Eu amei como a história foi sendo desenvolvida, estava amando a leitura até que, chegou o final. 
Foto por Dreams & Books.
Instagram @dreamsebooks
Que. Final. Foi. Aquele?

Eu não consigo definir meus sentimentos pelo livro, por causa desse final. 

Foi decepcionante, apenas.
O livro estava seguindo um ritmo tão bom e chega esse final e acaba ofuscando quão incrível ele é.

Eu fiquei muito decepcionada com o fim, não só apenas por ele ser triste, (tenho um tombo inteiro por drama), mas, por ele não ser crível. 

O pensamento de "isso não aconteceria na vida real" ficou martelando na minha cabeça muito tempo após concluir a leitura do livro. E acredito que, isso que me atrapalhou a amá-lo 100%. 



Apesar de eu não ter amado o livro de todo coração, gostei muito dele e vi dezenas de criticas positivas. Se você não tem problemas com finais tristes e passagens um tanto clichês e não tão fáceis de acreditar, com certeza, irá gostar de Procura-se.

"A vida pode nos derrubar, mas somos nós quem escolhemos se devemos seguir em frente ou não.
Escolhi seguir em frente."

Como eu já disse, a escrita da autora é surpreendente e encantadora. Seu vocabulário é extenso e tem muitas frases de tocar fundo o coração. Com certeza, ficarei de olho nos seus próximos lançamentos! 

A leitura é leve e muito rápida. E o livro em si, também tem poucas páginas. Você consegue concluí-lo em apenas um dia. 

No final do livro tem uma playlist (e que playlist!) pra entrar no clima da história ou sofrer após concluir o livro. (Que gosto musical maravilhoso, Giovanna!)

" - Você já me deu muito mais que um simples coração, 
você me deu amor." 
Foto por Dreams & Books.
Instagram @dreamsebooks

A capa é linda! Eu fiquei encantada!

As páginas são amareladas, a fonte tem um tamanho legal e no início de cada capítulo, há um coração.

Não há nada a ser mudado, a estética do livro está perfeita! 

Eu termino deixando o incentivo para que leiam esse livro, precisamos conversar sobre ele!  

Está a procura de um YA, que vai te fazer pensar muito tempo após concluir a leitura?

Pare de procurar e leia Procura-se! 

"E eu conseguia sentir...
Já era amor antes de ser."
Tecnologia do Blogger.