RESENHA - Confesse - me

Olá leitores! Tudo bem? 
Hoje eu venho com a resenha de uma das minhas leituras de julho: o livro Confesse-me do autor parceiro Hugo Ribas. 

Quero pedir desculpa pela demora e pela ausência de posts. Mas, meu notebook está ruim de novo e aí fica difícil fazer tantos posts como vocês estão acostumados.

Título: Confesse-me
Autor: Hugo Ribas 
Número de páginas: 104 
Editora: Giostri 
Skoob: Adicione 
Fanpage: Curta 
Comprar: Aqui 

Sinopse: 

Hector está à beira dos 30 anos e sempre relegou seu sonho de ser escritor em nome de "empregos estáveis" para ajudar a mãe a sustentar a casa. 

Em meio a uma revisão de sua vida e como chegou ao ponto em que se encontra, ele expõe ao leitor o dilema que envolve reconhecer aquilo que se é e se deseja fazer na vida, por prazer e não pela simples obrigação das contas a pagar no final de cada mês.  


"Aliás, esse sempre foi o meu maior medo: me acostumar com o que não me faz feliz."

Eu não acredito em destino, mas, ás vezes, algumas coisas que acontecem por acaso, são essenciais em nossa vida. Todo mundo já ouviu a frase clichê "há males que vem para o bem",não é verdade? E essa frase representa algo que aconteceu comigo em relação a esse livro. 

O Hugo Ribas me enviou o livro pelo correio e eu lembrei a ele que, assim que me enviasse, deveria me avisar, já que no meu bairro não vem carteiro e  preciso ir ao correio buscar. Ele disse que tudo ok, que me enviava o código de rastreio até e ficou por isso. Várias semanas depois (para não dizer meses), ele me disse que o livro tinha voltado para ele. O livro veio pra mim, como eu não sabia e não fui buscar, ele voltou. 

Passou mais um tempo e finalmente recebi o livro e alguns dias depois, iniciei a leitura.

"Ok Lorrane, e daí?" E daí que esse período de espera foi essencial para o meu sentimento por esse livro. Se tivesse recebido o Confesse-me antes, provavelmente teria amado o livro, mas, não o quanto eu amei. Por que no momento que fiz a leitura, a história tinha muito mais sentido para mim, do que teria antes. Entendem? 


A história é sim sobre um cara mal humorado, sarcástico e (muito) engraçado. Mas, também é sobre acreditar em si mesmo, seguir os seus sonhos e correr atrás do que te faz feliz, não importando o que os outros pensem sobre isso.


 
Foto tirada pela blogueira. Instagram @dreamsebooks
Sim, parece coisas que vocês leriam num livro de auto ajuda, mas, é muito mais do que isso! 

Em Confesse-me você tem a oportunidade de conhecer e se conectar a Hector, ouvir suas histórias engraçadas e muitas vezes malucas, conhecer seus escritos e personagens e acompanhar de perto o seu amadurecimento e crescimento. Posso até dizer, que consegue crescer junto a ele. 



 "Então algumas coisas ficam explicadas: felicidade plena e absoluta não é algo que conquistamos de uma hora para outra, mas é possível sim encontrar um pequeno fragmento dela... 
Fragmento este que já é o bastante para nos transformar em pessoas mais sorridente e menos apáticas. Este fragmento mínimo é encontrado no momento em que decidimos fazer aquilo que nos dá satisfação..."
 
A diagramação está perfeita! A capa é linda e combina muito com a história! A escrita de Hugo é simples e fluida, devorei seu livro em poucas horas. 

É um livro engraçado e muitocil de ler. Mas, o mais importante é que é um livro que te faz refletir. Refletir sobre a vida, as pessoas a sua volta e sobre si mesmo.

Será que está dizendo "sim" quando quer dizer "não" por ser mais cômodo?
Será que você está se perdendo de si mesmo e não percebeu? 
Será que está andando na direção totalmente oposta a sua felicidade? 
Sua felicidade e realização pessoal são realmente importantes? E se sim, vale a pena desistir de tudo para encontrá-las? 

Passei dias me fazendo essas e outras perguntas após ler Confesse-me. É um livro que te faz pensar e que te inspira. 


Quero agradecer ao Hugo por ter escrito esse livro maravilhoso e pela oportunidade de lê-lo! E também quero pedir que escreva os livros do Hector, eu preciso lê-los! Hahaha 

Sim, eu recomendo muito que leiam Confesse-me. Confessem seus sonhos a Hector e deixem que junto com ele, sejam inspirados a realizá-los! 


"Recomeçar uma vida não significa voltas às sensações anteriores. Devemos abrir o coração para o novo e enfrentá-lo.
Seja lá como for."
Tecnologia do Blogger.