RESENHA - Cisne

Oi gente! :)
A resenha de hoje é de uma das minhas leituras de abril, o livro Cisne da querida escritora parceira Eleonor Hertzog! 



Título: Cisne

Autora: Eleonor Hertzog 

Número de páginas: 726

Fanpage: Curta

Skoob: Adicione 


Comprar: Aqui 

Sinopse:

Unificada e em paz, a Terra se dedicou à ciência e à exploração espacial, descobrindo Tarilian, um planeta habitado inesperadamente próximo. As relações entre os dois mundos iniciaram corteses, mas rapidamente uma rivalidade inútil se estabeleceu, minando a amizade entre terráqueos e tarilianos. Um infeliz incidente diplomático piorou ainda mais as relações interplanetárias; a solução para o impasse se encontra no Cisne, um veleiro movido a energia solar que é um dos mais avançados biolabs flutuantes do planeta. O Cisne é também o lar da família Melbourne: os pais, Doris e Henry, são os biólogos marinhos responsáveis pelo barco; os filhos são sua irriquieta tripulação. 
Sem saber que fazem parte de uma geração que decidirá o futuro do mundo inteiro, agora os jovens Melbourne precisarão dar o melhor de si para melhorar as relações entre Terra e Tarilian.


“Um mundo de distância pode ser muito perto se a gente gosta de verdade.”


Todos livros que começam com “Era uma vez...” são livros que te fazem viajar, que te transportam para lugares incríveis e que te encantam e apaixonam. Essas histórias sempre te marcam e você as leva no coração, independentemente de quanto tempo se passe.

Cisne começa com “Era uma vez...” e só essa frase já te transporta pra infância, pra uma época sem preocupações e repletas de histórias com de aventuras, com princesas, piratas, rainhas más e todas essas coisas. Livros que além de te divertir, ensinavam lições para a vida toda.

O livro escrito por Eleonor Hertzog é exatamente assim e uma das lições que ensina é de ser companheiro, o companheirismo entre a numerosa família é lindo e nos dá vontade de ser mais assim também.

Foto tirada pela blogueira. Instagram @Lorraned_SB
Muitas vezes eu já disse em resenhas que um livro me surpreendeu. E ele o fez, de fato. Mas, até hoje nenhum livro me surpreendeu tanto quanto Cisne.

Normalmente após ler alguns capítulos de um livro, eu me vejo surpresa por estar gostando tanto da história e surpresa também por como ela foi escrita e pelo rumo dos acontecimentos. Mas, Cisne me surpreendeu na primeira página. E não precisei ler duas pra perceber que ele, com certeza entraria para a minha lista de favoritos.

O universo criado por Eleonor é tão incrível, tão complexo e cheio de surpresas. Quase a cada capítulo há algo novo revelado.  

Demorei semanas para escrever essa resenha por que não conseguia colocar em palavras o quanto esse livro é incrível e eu ainda não consigo.

A história é maravilhosa, totalmente original. Por vezes me peguei pensando em como a Eleonor não ficou perdida nos fatos da história ou com os personagens. Há dezenas de personagens e ela conseguiu trabalhar direitinho a personalidade de cada um. Os meus personagens preferidos são Tim e Jean. E super shippo Ancheli (Anton e Michele). Tenho também outros shippers, mais o meu preferido de longe é Teu (Tim e eu). Hahaha.

Incrível também é a forma como Eleonor foi conduzindo o livro, houve muitos momentos em que eu dava gargalhadas das bagunças entre os irmãos Melbourne, eles sempre estão aprontando uns entre os outros. Mas, tiveram momentos em que eu fiquei emocionada, um em especial me fez chorar como um bebê.

“A solidão era avassaladora e sem remédio.
As montanhas vestidas de negro e vermelho, sem começo e nem fim, eram solidão.”

Cisne é um livro escrito para qualquer tipo de pessoa, pra quem curte aventura, pra quem curte romance, pra quem curte mistério, pra quem curte ficção cientifica, pra quem curte comédia, pra quem curte distopia... Há um pouco de cada em Cisne. Esse livro não foi escrito para um tipo especifico de leitores, ele foi escrito para ama ler e quer viver uma aventura que nunca irá esquecer.

Foto tirada pela blogueira. Instagram @Lorraned_SB
Eu sou completamente apaixonada por livros com muitas páginas e esse virou o monstrinho preferido da minha estante. Sei que há muitas pessoas que têm medo de se arriscar a ler livros com essa quantidade de páginas, mas, vai por mim, dê uma chance a Cisne e você não vai se arrepender!  As 726 páginas vão parecer poucas e você vai querer muito mais. A notícia boa é que pode ter! 

Linhagens é o segundo volume da série Uma Geração. Todas as decisões. E já foi publicado e está disponível para compra. Assim que terminei Cisne, pedi a Eleonor para enviar o mais rápido possível Linhagens e já está na minha lista de leituras.

Essa edição que tenho em mãos é a segunda, a primeira esgotou com apenas 6 meses de publicada! O livro foi muito bem produzido, está tudo um amor. Eu prefiro a primeira edição azul e diva, mas, essa também está linda!Ela têm orelhas, as páginas são amareladas, no início de cada capítulo há um desenho do Cisne e há um espaço onde há comentários de alguns blogueiros sobre o livro.

No início o tamanho das letras me incomodou um pouco, mas, logo eu me acostumei. O único problema que encontrei com o tamanho do livro, foi pelo fato de que quando você começa a ler, o peso dele te incomoda muito. O livro é bem pesado e se você deixá-lo cair na sua cara, adeus nariz! Mas, não é nada de outro mundo, e dá pra ler sem desconforto após alguns capítulos.

O ritmo do livro é ótimo, nenhuma parte fica maçante, sempre há novas descobertas. Há uma parte, mais ou menos da página 80 em diante onde eles começam a falar sobre coisas que eu fiquei tipo: hã? Que isso? Mas, nada de desespero! Ao longo do livro tudo é resolvido e suas dúvidas sanadas.

Se alguém ainda tinha alguma dúvida quanto isso, eu venho dizer que recomendo sim Cisne! Vocês podem ler outras resenhas sobre ele e entender mais um pouco sobre o universo da serie no site da escritora.  

Eu estava com dificuldade de falar sobre o livro, agora estou com dificuldades para calar a boca. Vou parar essa resenha por aqui. Na verdade, ela está grande assim pra combinar com o livro! ;)  


Ei, você quer embarcar no Cisne comigo?  

Tecnologia do Blogger.