RESENHA - A Verdadeira Bela

Olá leitores! Como estão?
Hoje eu venho trazer a resenha do livro A Verdadeira Bela, da escritora Li Mendi.

Título: A Verdadeira Bela

Autora: Li Mendi

Número de Páginas: 159

Fanpage: Curta

Skoob: Adicione

“Nós nos desviamos do caminho que já sabemos ser o certo e depois chamamos nossa infelicidade de destino.”

Sinopse:
Nicole está prestes a entrar para uma agência de publicidade famosa e lá enfrentará o conflito entre a auto-imagem e a visão distorcida dos seus colegas a seu respeito. A pressão psicológica que acontece com bullying nas redes sociais será vencida por um grande amor, que surge para fortalecê-la e protegê-la de todos os preconceitos.

Fernando é admirado por seu dinheiro e poder, mas, no fundo, luta contra uma secreta baixa auto-estima. Com medo da própria imagem que forma no olhar do outro, ele se critica e se fecha. Até que um dia seu caminho se choca com o de Nicole e os dois aprendem juntos que o amor não é cego. Ele vê com clareza o que nem todos veem: a verdadeira beleza completa do ser amado.

Com muito bom humor, este livro irá tomá-lo do começo ao fim e envolvê-lo em uma estória que fala de um homem tentando entender o seu passado e de uma garota lutando pelo seu futuro. De repente, os dois se veem um de frente para o outro e descobrem a essência de um amor eterno.

“Todo mundo tem que ser forte, até para quando decidir ser covarde e fingir, evitando a dor que não é capaz de suportar.”

Quem me acompanha há algum tempo, sabe que eu sou completamente apaixonada por chick-lits. Assim que a Li Mendi me disse que iria enviar A Verdadeira Bela eu fiquei super ansiosa e animada para a leitura.
Como tenho que seguir a ordem da chegada dos livros para fazer a leitura, não pude lê-lo no mesmo dia que chegou. Mas, coloquei na pilha e ficava, tipo: “está chegando a sua vez!”.

Sempre é muito arriscado você ter altas expectativas para uma leitura, por que, o livro pode ser muito bom. Mas, se suas expectativas estão altas demais, você acaba se decepcionando por ele não ser ótimo.

Com A Verdadeira Bela, isso felizmente não aconteceu! A leitura é maravilhosa, e superou as minhas altíssimas expectativas.

Como todo chick-lit que ser preze, AVB têm umas partes muito engraçadas. A “mocinha” é atrapalhada e passa por muitas situações embaraçosas. E como um chick-lit que se preze, não é só comédia. A história aborda outros assuntos, como ciber-bullying e o conceito distorcido de beleza nos dias de hoje.

Eu não conhecia a escrita da Li Mendi e me surpreendi e me apaixonei! Ela é viciante e encantadora. Eu peguei o livro e o devorei em poucas horas.  A forma de escrever dela, me lembrou a da Meg Cabot, é uma forma de escrever ora fofa, ora engraçada, ora emocionante. E é lindo como ela conseguiu abordar tantos assuntos em tão poucas páginas e sem tirar o foco do assunto principal do livro.

Foto tirada pela blogueira. Instagram @Lorraned_SB
Os personagens são encantadores, a Nicoli é uma personagem muito humana. É uma mulher como tantas outras. Gosto demais de personagens que são reais. Aquele personagem que você vê que poderia existir sim e ser seu vizinho, seu amigo, seu colega de trabalho. Acho meio chato quando os personagens são perfeitinhos demais. 

A Nicoli é extremamente engraçada e atrapalhada. Ás vezes ela também é uma fofa. Ela tem garra e vê o mundo de uma forma muito legal.

“Fico alarmada com quem sente a vida apenas na sua superfície, ao passo que poucas palavras podem abalar as colunas que me sustentam.”

O Fernando é um cara infeliz. Apesar de todo o dinheiro, poder, tudo o que conquistou com o seu trabalho, ele não está feliz. Sente que sempre esteve buscando algo, e só percebe o que é quando finalmente encontra.

“Todas as noites são longas, quando eu queria morrer todo dia como os outros, para acordar renovado sem precisa de remédios.
A felicidade pode durar só algumas horas de pílulas, e eu queria produzir sozinho essa enzima chamada amor de que falam, sentir a borbulha da alegria e ver por uma lente com mais nitidez.”

Como eu já disse na resenha Novembro, não tenho costume de ler livros que falam sobre vidas passadas, até por que eu não acredito nisso. Mas, no livro abordar esse tema, foi algo genial e lindo por parte da autora.

A única coisa que deixou a desejar foi como o livro foi produzido. Acho que faltou um pouco de cuidado da editora. A história é tão linda, por que não investir mais um pouquinho? Ok, a capa está um amor. Apesar de eu não conseguir imaginar o Fernando assim. Mas, as páginas são brancas e as letras são muito pequenas e tudo está muito junto. Até eu conseguir me acostumar, me atrapalhou um pouco. 
 
Acho que já deu para perceber, o livro é narrado pelo ponto de vista da Nicoli e do Fernando. Acho incrível quando isso acontece, por que dá pra entender e conhecer bem os dois lados.

Ah, quase me esqueci de dizer: o livro foi inspirado na história A Bela e a Fera. Não sei vocês, mas, eu sou apaixonada por histórias assim. Além dela ser linda, nos passa umas mensagens incríveis. Tem cada frase mais linda do que a outra!

A Verdadeira Bela é aquele tipo de livro que você termina de ler e seus olhos se enchem de lágrimas. Você o abraça enquanto chora e sorri ao mesmo tempo.
Se eu recomendo a leitura? Criatura, o que está esperando?! Pegue um cobertor, um chocolate e se prepare para rir, chorar e o mais importante: se apaixonar!

“Há quem só veja uma Fera, mas, sempre há um príncipe nos olhos de quem ama perdidamente.”

Tecnologia do Blogger.