RESENHA - Três ratos cegos e outros contos

     Agatha Christie tem diversos de seus livros traduzidos em dezenas de línguas ao redor do globo. Hoje venho resenhar um livro que me fascinou e que com toda certeza já fascinou a muitos.
     Uma coisa que é necessário ter em mente é que este é um livro de contos, ou seja, suas 240 páginas possuem diversas estórias diferentes e uma mais interessante que a outra. Se você prefere livros grandes ou não gosta de contos, este não seria o ideal pra você, mas ainda assim valeria a pena tentar! Três ratos cegos é o primeiro - e maior - conto do livro, uma trama envolvente e com desfecho surpreendente. Mas não falarei nada tão superficial, nesta resenha contarei um pouco mais sobre os contos que me chamaram mais atenção no livro e para isto eu separei três.

O CRIME DA FITA MÉTRICA
     Miss Marple é, sem dúvida, a minha favorita. Neste caso ela tem de desvendar um estranho caso onde mrs. Spenlow é encontrada morta pela costureira, que trazia um vestido encomendado para prova, e por Miss Hartnel, uma suposta vizinha. O principal suspeito? O seu marido, mr. Spenlow, que apareceu calmamente alguns minutos depois e não demonstrou nenhum sinal de surpresa ou dor com a morte de sua esposa. E como elemento complicador ele alegou ter recebido um telefonema de Miss Marple E ainda há mais um elemento complicador: A esposa era rica, e com a morte da mesma o dinheiro iria integralmente para o marido. O conto é simplesmente fantástico e a conclusão do mesmo e os momentos finais são de tirar o fôlego! É impossível não amar a Miss Marple!

O CASO DA EMPREGADA PERFEITA
    Mais um caso da adorável Miss Marple e suas conclusões geniais sobres os casos mais improváveis. Duas irmãs da vizinhança demitem sua empregada sob suspeita de roubo e em seguida contratam uma outra empregada, sem nenhuma referência. O mais estranho de tudo é que mesmo sob o mais severo tratamento a empregada nunca se revela irritada ou demonstra qualquer sinal de insatisfação, seria essa a empregada perfeita? Miss Marple entra em cena para provar que não e através de uma série de raciocínios lógicos - e de fato convincentes - nos mostra o que havia por detrás de toda aquela austeridade e perfeição.

A AVENTURA DE JOHNNIE WAVERLY
     Embora eu seja completamente apaixonado pela Miss Marple tenho de reconhecer que Hercule Poirot e toda a sua capacidade perceptiva também tem seus encantos. Johnnie Waverly é sequestrado sob a mais incomum circunstância: o horário foi previamente informado pelo sequestrador. Impossível algo assim acontecer? Não quando estamos falando de Agatha Christie! Aos poucos e graças a um pequeno cachorro Hercule resolve por completo este mistério, nos restando ficar boquiabertos e nos sentindo completos idiotas por não ter atentado para alguns detalhes vitais.

     Na minha opinião estes foram os três melhores contos deste livro, embora hajam outros muito bons também. Comprei este livro recentemente na nova edição da editora Globo, e não me arrependo - mesmo com o preço elevado - pois a qualidade da edição, as notas do tradutor e a tradução em si é impecável!
Tecnologia do Blogger.