POEMA - Silêncio

 Como já dito antes, postaremos poemas no blog, e salguém quiser comentar o nome de um poema que queira ver aqui, fique a vontade! Ficarei muito feliz em postá-lo e também um pouco mais sobre o trabalho e a vida do autor.
 O poema que escolhi pra hoje é retirado do livro A garota que eu quero de Markus Zusak. Pra quem ainda não teve a oportunidade de ler esse livro, eu super recomendo que leia, aposto que irá amar! (: 



Silêncio.

Estou parado no escuro.
Tremendo. 
O vento para de soprar. 
Morre.
Cai de quatro e desaba no silêncio.
Eu paro. 
O cachorro para.
E.
Tudo.
Que existe. 
É o silêncio. 
Parece um fracasso, como um coração começando a se rasgar por dentro. 
Por dentro, ele me segue.
Acorrenta-me e observa enquanto tento me libertar. 
Quase espero que ele tente inundar-me. 
Posso gritar e tentar me afastar dele, porém ele nunca larga.
De certo modo, espero que estas palavras escritas falem. Espero que andem e clamem e gritem. 
Espero que gritem.
Para romper meu silêncio... 
Viro-me com o cão e continuamos andando. 
Nossos passos.
São silenciosos. 
Tecnologia do Blogger.