ENEM - Dicas de Português: Uso incorreto do singular e plural + redundâncias

 Vamos aos errinhos clássicos. Muitas pessoas tem uma certa dificuldade para usar o plural e o singular, além de sempre escrever com muitas redundâncias. Que tal darmos uma melhorada nisso?

"Houveram" muitos acidentes
O verbo "haver", no sentido de existir, é invariável; sendo assim → Houve muitos acidentes.

Há muito tempo atrás
É uma construção redundante,  como “entrar pra dentro” e “subir pra cima”. O “há” já me dá a ideia de passado, não havendo, portanto, a necessidade do “atrás”. Escolha um ou outro e seja feliz.

"Existe" muitas esperanças
Aqui virá no plural,  pois o verbo "existir" é variável e, aqui, está acompanhado de algo no plural.
→ Ex.: Existem muitas esperanças. 

Sendo variável, ele virá no singular quando estiver seguido ou antecedido de algo no singular.
→ Ex.: Existe muita esperança.

Preferia ir "do que" ficar
A gente sempre prefere uma coisa a outra.
→ Ex.: Preferia ir a ficar.

"Sou contra a desciminação"
Ops, acho que você pisou na bola dessa vez. DESCRIMINAR é inocentar alguém. DISCRIMINAR é distinguir, separar.
Por isso, somos contra a discriminação!

"Vive às custas do pai"
Não, não. Ela vive à custa do pai. A expressão correta é no singular: “à custa”.

Isso implicou "na" sua morte
Quando o verbo significa "ACARRETAR", não se deve utilizar a preposição "EM" (no caso do título, "NA" é a junção de "EM + A"). Assim, se implica algo, não se implica em algo. 

→ Ex. certo: As leis implicam acidentes. 
→ Ex. errado: As leis implicam em acidentes. 

Assisto "a" TV
Pode-se assistir ALGO no sentido de ajudar. 
→ Ex: O médico assistiu o paciente. (Prestou ajuda ao paciente, atendeu-o.) 

Ou assistir A ALGO no sentido de presenciar algo, ver, observar. 
→ Ex 2: Eles assistiam à televisão. (Olhavam a televisão.)


Fonte: Nyah
Tecnologia do Blogger.